Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qui | 04.11.21

Três e-books para Novembro

Novo mês, novos e-books em pareceria com a Kobo e a Fnac Portugal! Ao contrário do costume, em que as escolhas vão um pouco ao sabor do que há de novo no catálogo da Kobo, em Novembro decidi dar uma tónica um pouco mais temática. Escolhi, então, três e-books de autoras que adorei ler e gostava que lessem também.

 

3-EBOOKS-NOVEMBRO.png

 

Ou seja: alguns destes livros não são propriamente novidade, mas são alguns dos meus favoritos – daqueles que recomendo mesmo, quase independentemente do vosso gosto literário, porque sei que são tão bons que é difícil falhar. Há coisa de dois anos comecei a fazer um esforço consciente por apoiar e ler mais mulheres e, agora, quase que dou por mim a ler mais escritoras do que escritores. Sem mais demoras, trago-vos os três e-books de Novembro:

 

Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, Taylor Jenkins Reid

 

os-sete-maridos-de-evelyn-hugo-taylor-jenkins-reid

 

Sinopse:

Evelyn Hugo, uma das maiores estrelas de Hollywood, agora a aproximar-se dos 80 anos, decide finalmente contar tudo sobre a sua vida recheada de glamour e de uma boa dose de escândalos. Quando escolhe a desconhecida Monique Grant para escrever a sua história, todos ficam surpreendidos, incluindo a própria jornalista. Porquê ela? Porquê agora?

Determinada a aproveitar a oportunidade para impulsionar a sua carreira, Monique regista o relato de Evelyn com fascínio e admiração. Da chegada a Hollywood no início da década de 1950 à decisão de abandonar o mundo do espetáculo 30 anos depois, incluindo, claro está, os seus sete casamentos, a vida de Evelyn é repleta de ambição desmedida, amizades improváveis e um grande amor proibido.

À medida que a história de Evelyn se aproxima do final, torna-se claro que a sua vida está ligada à de Monique de uma forma trágica e irreversível.

 

O que escrevi sobre este livro (li em inglês):

> The Seven Husbands of Evelyn Hugo, Taylor Jenkins Reid

 

 

A Amiga Genial, Elena Ferrante

 

a-amiga-genial-elena-ferrante.jpg

 

Sinopse:

Amiga Genial é a história de um encontro entre duas crianças de um bairro popular nos arredores de Nápoles e da sua amizade adolescente. Elena conhece a sua amiga na primeira classe. Provêm ambas de famílias remediadas. O pai de Elena trabalha como porteiro na câmara municipal, o de Lila Cerullo é sapateiro. Lila é bravia, sagaz, corajosa nas palavras e nas acções. Tem resposta pronta para tudo e age com uma determinação que a pacata e estudiosa Elena inveja. Quando a desajeitada Lila se transforma numa adolescente que fascina os rapazes do bairro, Elena continua a procurar nela a sua inspiração. O percurso de ambas separa-se quando, ao contrário de Lila, Elena continua os estudos liceais e Lila tem de lutar por si e pela sua família no bairro onde vive. Mas a sua amizade prossegue. A Amiga Genial tem o andamento de uma grande narrativa popular, densa, veloz e desconcertante, ligeira e profunda, mostrando os conflitos familiares e amorosos numa sucessão de episódios que os leitores desejariam que nunca acabasse.

 

O que escrevi sobre este livro:

> Os livros da Rita // A Amiga Genial (volumes I & II)

 

 

A outra metade, Brit Bennett

 

a-outra-metade-brit-bennett.jpg

 

Sinopse:

Geração após geração, a comunidade negra de Mallard, no Estado sulista de Luisiana, esforça-se por aclarar o tom da sua pele, favorecendo os casamentos mistos. Desiree e Stella são disso um bom exemplo, com a sua pele "cor de areia húmida", olhos castanho-avelã e cabelo ondulado. Mas a aparência não basta para as livrar do estigma, e acabam por assistir à morte violenta do pai, à humilhação da mãe depois disso.

Aos dezasseis anos, escolhem fugir juntas da terra sufocante. Pretendem escapar ao seu sangue e libertar o seu futuro. Mas a fuga para Nova Orleães acaba por ditar o afastamento das irmãs.

Catorze anos mais tarde, Desiree volta à casa materna, arrastando pelas ruas poeirentas da terra uma filha de pele "negra como o alcatrão", que atrai todos os olhares do lugarejo retrógrado. Stella, por seu lado, tem a vida construída numa mentira: vive na Califórnia, faz-se passar por branca, e o marido nada sabe do seu passado.

Apesar de tantos quilómetros e tantas mentiras a separá-las, os destinos das gémeas estão inevitavelmente entrelaçados. E voltarão a cruzar-se, porque é impossível renegar a metade que nos pertence.

Na saga desta família, Brit Bennett cria uma história de apelo universal e intemporal. Não se detendo no inevitável tema central da raça e da identidade, A outra metade reflecte sobre o peso do passado no presente, pondera as consequências e os limites da reinvenção pessoal e oferece uma meditação poderosa sobre a família e a liberdade individual.

 

O que escrevi sobre este livro (li em inglês):

> The Vanishing Half, Brit Bennett

 

 

Espero que gostem das escolhas, estas vêm mesmo de um lugar especial no meu coração de leitora. Já a partir de amanhã terão a oportunidade de ganhar estes três e-books para ler no vosso Kobo (ou, caso não tenham um, na app do Kobo para o telemóvel). É uma questão de participarem no meu Instagram. Boa sorte!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.