Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Ter | 09.02.21

The Husband's Secret, Liane Moriarty

Uma coisa que tenho notado nas leituras de 2021 é que tenho dado primazia, ainda que de forma inconsciente, a livros que têm um ritmo mais acelerado – livros com muita coisa a acontecer, que nos deixam presos do início ao fim. (Menos tu, Anaïs Nin, tu não contas.) Continuando nesse espírito, peguei no The Husband’s Secret, de Liane Moriarty, que também li num instante. 

 

the-husbands-secret-liane-moriarty.jpg

 

O livro segue um pouco a mesma fórmula de Big Little Lies, no sentido que que acompanhamos o lado oculto das vidas aparentemente pacatas das stay at home moms. Aqui, a protagonista chama-se Cecilia e descobre por acaso uma carta que o marido escreveu para ela, que tem a indicação de só ser aberta no caso da morte dele. Ora, ele não morreu, mas ela não aguenta a curiosidade e abre na mesma. Esta carta revela um segredo e a narrativa começa toda a alinhar-se para a história de Cecilia e do marido se cruzarem com a história de outras duas personagens importantes – Rachel e Tess. 

 

None of us ever know all the possible courses our lives could have and maybe should have taken. It's probably just as well. Some secrets are meant to stay secret forever. Just ask Pandora.

 

Vou ser honesta e dizer que o livro não me surpreendeu assim tanto, acho os twists e surpresas menos bem conseguidos do que em Big Little Lies, mas isso não invalida a qualidade de escrita de Liane Moriarty nem a sua capacidade de trazer mistério, suspense e agitação a vidas aparentemente normais e monótonas. Aliás, eu acho que foi mesmo por isso que gostei tanto do livro – as relações entre as personagens e as três storylines estão tão bem construídas, que não importa assim tanto que os momentos supostamente mais impactantes da narrativa não tenham tanto impacto assim. 

 

Em resumo, recomendo muito a autora (ou, pelo menos, os dois livros que li dela). Ainda cá tenho o Truly Madly Guilty para ler, que comprei há uns anos em Londres numa promoção… quando se podia viajar, lembram-se? E desse lado, conheciam este livro? Recomendam que pegue no próximo dela rapidamente ou posso deixar passar uns tempos?

11 comentários

Comentar post