Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qua | 09.09.20

Terrárea // Brunch & plantas

Não era possível fazer uma visita ao Porto de carro sem explorar mais as áreas à volta do cento da cidade, por onde ficamos mais quando vamos de comboio ou avião. Aliás, ir de carro foi a desculpa perfeita para conhecer sítios como o Fava Tonka, em Leça da Palmeira, e este incrível espaço chamado Terrárea, que fica em Matosinhos. Já imensas pessoas me tinham dito que era a minha cara e não é que é mesmo?

 

28120644-9254-420B-96C7-83E7932005E0-472A5224-7030

 

Imaginem um sítio que é uma loja de plantas e flores, mas também é uma loja de cerâmicas e decoração, mas também é um sítio onde podem beber um café, fazer brunch ou almoçar. Exactamente, o Terrárea é tudo isto num só sítio, com imensa luz natural e um ambiente forrado a plantas, onde eu me senti muito em casa. Tudo correu bem, nesta experiência: era sábado a meio da manhã, encontrámos lugar à porta e tivemos logo um lugarzinho para fazer brunch.

 

Eu escolhi as Panquecas Lobélia, feitas com base de aveia e bem regadas de xarope de acér, manteiga de amendoim, banana e raspas de chocolate e acompanhei-as com um Latte de Praliné. O Guilherme acompanhou-me no Latte e pediu as Panquecas Monarda, feitas com base de beterraba, coulis de frutos vermelhos, iogurte vegetal, goji e amêndoas. Como sabia que ia ficar com fome, escolheu também a Smoothie Bowl Malva, com iogurte vegetal, fruta e granola.

 

1DD18E37-B201-4450-B611-FFCFD806578F-BF0D7223-7686

 

Um brunch reconfortante, que nos deu a energia de que precisávamos para calcorrear a cidade durante a tarde. Antes de nos aventurarmos na Feira do Livro do Porto, não podíamos deixar de dedicar algum (bastante!) tempo a conhecer todas as plantinhas, cerâmicas e outros objectos de decoração que a loja do Terrárea tinha para nos oferecer. Parecia uma criancinha na noite de Natal, juro-vos.

 

 

Obviamente que acabei por trazer uma Ficus lyrata - andava há imenso tempo à procura de uma, mas as que encontrava estavam sempre assim meio farruscas. Esta estava linda e era assim mais para o pequenina, como eu queria. Para além disso, trouxe um jarro de cerâmica branca, meio tosco e bonito e, ainda, duas tacinhas pequeninas que tínhamos visto no brunch e pelas quais nos apaixonámos. Imaginemo-nos logo a usá-las para a soja, quando encomendarmos sushi, mas depois não as encontrámos no meio das cerâmicas e achámos que estavam esgotadas. Estavam mesmo, mas acabaram por dispensar duas do brunch, que nos venderam. Achei amoroso e vou sempre olhar para estas tacinhas e lembrar-me deste gesto com muito amor.

 

68D2D665-79FB-4C81-A8B2-62A4CBE53681-9805B83F-540C

 

É mais um dos momentos em que fico com imensa pena de morar em Lisboa. Já estava a imaginar-me a ir todos os sábados de manhã ao Terrárea, tomar o meu pequeno-almoço e perder-me no meio das plantinhas. Posto isto: Terrárea, não querem abrir um espacinho em Lisboa? Peço por favor! 🥺

 

Quem desse lado já conhecia este espaço? Ou ficaram com vontade de conhecer?

 

Terrárea Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Rita da Nova

    09.09.20

    Era tão bom 🥺
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.