Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

22.03.19

Restaurantes // L'Origine

Rita da Nova
A minha relação com a comida do Chakall teve altos e baixos ao longo dos tempos: adorava ir ao Volver quando tinha assinatura dele, depois fiquei desiludida com o El Bulo, em Marvila e, com tempo, fui reconstruindo e ganhando confiança. O Refeitório do Sr. Abel, de que já vos falei aqui, foi responsável por me ter voltado a apaixonar pela comida dele.     O L (...)
15.03.19

Dividimos a Conta // Vânia Duarte no Ohana by Naz

Rita da Nova
Antes de lançar o Dividimos a Conta sabia que queria ter a Vânia como convidada. Não apenas por admirar o trabalho que faz e achar que é um exemplo de como se deve ter uma presença real e genuína no mundo dos blogs, redes sociais e afins, mas sobretudo pela evolução que a relação dela com a comida sofreu ao longo dos tempos. “Sofrer” nem é a palavra indicada, uma vez que hoje em dia vê a comida como aliada e não como um demónio.     Mas já lá vamos, até porque as memórias sobre comida da Vânia começam muito cedo e são quase sempre relacionadas com a mãe. Enquanto escolhemos as entradas para partilhar e esperamos que cheguem, conta-me daquela vez em que, aos 12 anos, (...)
11.03.19

Restaurantes // Ohana by Naz

Rita da Nova
Este mês, ao contrário do normal, vamos começar o Dividimos a Conta pelo fim. Ou seja, hoje falo-vos da experiência no restaurante que nos acolheu e na sexta-feira saberão então quem é pessoa convidada de Março, bem como tudo aquilo que falámos.     Vai ser complicado falar deste espaço e da refeição que ali fizemos sem revelar quem se sentou comigo à mesa, até porque o Ohana by Naz
14.02.19

Restaurantes // Madame Petisca

Rita da Nova
Num dos nossos primeiros encontros, eu e o Guilherme jantámos no Madame Petisca - que fica mesmo ao lado do miradouro do Adamastor e tem uma vista incrível sobre o rio. Ficámos horas e horas à conversa e perdemos conta das horas - tanto que nos pediram educadamente que saíssemos quando se estavam a preparar para fechar o restaurante. Desde então nunca mais lá tinha ido (...)