Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

Restaurantes // Café Portugal

Eu só tinha ouvido falar do Café Portugal, inserido no My Story Hotel do Rossio, porque a Luísa - a irmã do Guilherme - já lá trabalhou. Na altura éramos para ir experimentar, mas o tempo passou, ela saiu de lá e nós nunca mais nos lembrámos. Na sexta-feira passada apetecia-nos um jantar tranquilo a dois e acabámos por ir lá parar.

 

cafe-portugal.jpg

 

Fora a comida (já lá vamos, seus lambões), aquilo de que mais gostei neste restaurante é, ao mesmo tempo, a sua maior fraqueza. Apesar se se situar em plena Praça do Rossio, está tão escondido que só lá vamos dar se soubermos que existe (ou se estivermos hospedados no hotel). É preciso subir um andar para dar com a sala do Café Portugal, que ocupou o espaço de um estabelecimento antigo com o mesmo nome.

Ler mais )

Restaurantes // Trópico do Cais

Trópico do Cais não é novidade por aqui. No início da semana partilhei convosco o jantar que tive lá com a Mafalda Beirão, no primeiro post da rubrica Dividimos a Conta. Confesso que há muito tempo que queria conhecer o espaço e fiquei super contente quando, da lista de restaurantes Zomato Gold, a Mafalda escolheu este.

 

tropico-do-cais.jpg

 

A experiência foi tão boa que decidi reservar um espacinho aqui pelo blog para falar apenas do ambiente e da comida. Começo pelo primeiro, que é aquilo que mais chama a atenção mal entramos no Trópico do Cais. É que o nome não podia ser mais literal: estamos no Cais do Sodré, mas mal passamos a porta parece que fomos teletransportados para um país qualquer nos trópicos. Naquele dia nem fazia calor, mas o espaço é tão sugestivo que até parecia que sim.

Ler mais )

Dividimos a Conta // Mafalda Beirão no Trópico do Cais

Perdi a conta às vezes em que, durante o nosso jantar no Trópico do Cais, a Mafalda falou dos amigos. “Sou uma pessoa de pessoas, das minhas pessoas”, é como ela resume a forma como gosta de estar e se dedicar àqueles de quem gosta. Talvez por este espírito, a Mafalda tenha casado tão bem com o Trópico do Cais, um espaço que é restaurante durante o dia e bar durante a noite, para que possamos ficar à conversa all night long.

 

dividimos-a-conta-mafalda-beirao-65.jpg

 

Acabou por acontecer exactamente isso connosco e, felizmente, a maioria das coisas que comemos eram frias. Eu sei o que vão pensar: se juntam duas bloggers à mesa, elas vão deixar que a comida arrefeça por causa das inúmeras fotografias que vão querer tirar. Lamento desiludir-vos, mas não. Durante as quatro horas em que estivemos sentadas ao balcão do Trópico do Cais, raras foram as vezes em que alguma de nós pegou no telemóvel.

Ler mais )

Dividimos a Conta // O que é?

Se há uma coisa em que acredito plenamente é no poder da comida.

 

Por um lado, tem a capacidade de unir pessoas. Pelo menos para nós, portugueses, estar à mesa significa muito mais do que comer. Basta pensar nos jantares de amigos ou nos almoços de trabalho, em que a comida facilmente passa a ser uma desculpa para estar com certas pessoas. Por outro, as conversas sobre comida raramente são racionais. Comida é emoção e isso vê-se quando começamos a discutir questões fracturantes como “ananás na pizza: sim ou não?”. Os gostos, os hábitos e as formas de cozinhar dão assunto para horas e horas.

 

dividimos-a-conta.jpg

 

Foi por isto tudo - e porque de vez em quando preciso de desculpas para ir comer fora com pessoas que admiro -, que decidi criar uma nova rubrica no blog chamada Dividimos a Conta. Lembram-se de vos ter falado sobre os conteúdos novos que andava a preparar? Pois bem, acabou o mistério.

 

Ler mais )