Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

01.12.18

Três para o mês // Dezembro

Rita da Nova
Olá, Dezembro, sê bem-vindo. Ao contrário da maioria das pessoas, que fica triste por ver o ano acabar, eu fico entusiasmada com a perspectiva de um novo ano. Confesso que aí a partir de Outubro é comum dizer coisas como “já estou farta deste ano” ou “2018 nunca mais acaba”. Não sei bem porque é que isto acontece, mas podem calcular, então, que a chegada do último mês do ano é algo bom para mim.  Gosto de fazer balanços e faço-os em vários momentos. Esta rubrica e (...)
22.11.18

Sou uma Cool Cousin!

Rita da Nova
Andava eu muito bem a pesquisar coisas sobre Copenhaga (restaurantes, claro) para preparar a viagem do meu aniversário, quando encontrei uma plataforma chamada Cool Cousin. A ideia desta rede social, vou chamar-lhe assim, é muito original: em vez de o site reunir informações e dicas sobre diferentes cidades, são as pessoas locais que se inscrevem e criam o seu próprio mapa com recomendações.  A Cool Cousin (...)
01.11.18

Três para o mês // Novembro

Rita da Nova
E assim, de repente, estamos no penúltimo mês de 2018. Custa-me ver este ano - que tão bom está a ser para mim - fugir-me entre os dedos. A esperança é sempre a de que o próximo ano iguale ou supere aquilo que aconteceu ao longo deste, não é? Mas não vale despedir-me por antecipação do ano e já estar aqui toda nostálgica. Novembro e Dezembro ainda aí vêm e serão, certamente, muito bons.  Outubro foi muito tranquilo. Como vos tinha dito, é para mim um mês de (...)
16.10.18

Córdoba // 5 coisas para fazer

Rita da Nova
Assim que percebemos que iriamos até Sevilha de carro, veio-me logo à cabeça a ideia de ir até Granada para visitar a Alhambra - uma entrada na minha bucket list que quero muito cumprir. Eu não sabia, mas aparentemente é preciso reservar entrada online para garantirmos a entrada neste monumento. Só que, quando fomos tentar fazê-lo, percebemos que o mês de Outubro estava praticamente cheio.  Não me fazia muito sentido ir a Granada sem poder ir à Alhambra, por isso invertemos os (...)