Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

01.08.19

Verbo para o mês // Agosto

Rita da Nova
Que Julho intenso, este! Se por um lado parece ter demorado anos a passar, por outro olho para trás e vejo que se passou imensa coisa em apenas 31 dias. Dediquei-me a 100% a um livro apenas, passei pelo NOS Alive, aproveitei o sol para estar em jardins e piscinas, e até consegui dar um salto a Londres no fim-de-semana passado. Tudo isto conjugado com um mês especialmente crítico de trabalho e com um mini susto de saúde. Já está tudo bem, foi mesmo só o susto.     Agosto será um (...)
01.07.19

Verbo para o mês // Julho

Rita da Nova
Junho foi-se num ápice. Não sei se foi da instabilidade do tempo, se da Feira do Livro, mas senti que passou a correr. Também não foi um mês fácil: o trabalho e outros reality checks um pouco mais pessoais abanaram um pouco o meu barco emocional - e eu que consigo ser tão estável. Mas bom, o saldo é positivo (mais que não seja ao nível das aprendizagens e do crescimento a que me obrigou).     Entro em Julho com vontade de aproveitar o Verão ao máximo, pese embora as férias (...)
03.06.19

Verbo para o mês // Junho

Rita da Nova
Não sei se deram por isso (é provável que não), mas já fez um ano desde que reformulei este espacinho em que vos falo dos meus planos para cada mês. Começou por se chamar mesmo “Planos para o mês” e, depois, passou a ser o “Três para o mês” - em que destacava três coisas boas do mês anterior e três coisas que tinha na agenda para o mês que se avizinhava.     Já era suposto ter mudado novamente no mês passado, mas a falta de tempo e de ideias acabaram por levar a (...)
06.05.19

Rússia // O que saber

Rita da Nova
Com a minha viagem à Rússia, percebi que é um país sobre ao qual muita gente tem curiosidade - seja pela diferença cultural, pela vontade de o conhecer ou, até, por nunca o terem considerado como destino de férias. Espero que as fotografias que fui colocando no Instagram ao longo dos 12 dias que por lá passei vos tenham deixado com vontade de conhecer a Rússia. Surpreendeu-me muito pela positiva e (...)