Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

28.11.19

Marrocos // Deserto do Sahara

Rita da Nova
Uma das coisas que mais me entusiasmou na viagem a Marrocos foi a possibilidade de ir até ao Deserto do Sahara e - spoiler alert - a experiência não desiludiu. A parte mais complicada foi perceber como iríamos fazer esta passagem pelo deserto, uma vez que várias companhias têm ofertas diferentes e fica complicado saber exactamente qual a melhor hipótese.     Depois de alguma pesquisa encontrei finalmente as tours Sahara Desert Crew (...)
27.11.19

Marrocos // Fez

Rita da Nova
Chegámos a Fez já de noite e exaustos da viagem de autocarro - embora o caminho seja praticamente deserto e dê para observar bem as estrelas pela janela. Acordámos cedo e cheios de vontade de ir conhecer a cidade, mas o tempo trocou-nos as voltas e ficámos por um tempo no Riad à espera que parasse de chover. Não durou muito e lá fomos nós - não sem antes sermos avisados para não confiarmos em ninguém dentro da Medina.     Foi-me difícil gostar de Fez. Ou, pelo menos, tive (...)
12.11.19

Marrocos // Chefchaouen

Rita da Nova
Chefchaouen, a pérola azul de Marrocos, foi a nossa primeira paragem a sério na viagem. Voámos de Lisboa para Tânger e, de lá, apanhámos um autocarro para Chefchaouen - uma viagem que demora cerca de 3h e é bastante confortável. Chegámos à cidade um pouco depois da hora de almoço e foi o suficiente para explorar as ruas da Medina e os souks.     Fomos directos à Place Outa el-Hammam, que é basicamente a principal praça da cidade. Nos poucos minutos que demorou o caminho (...)
08.11.19

Marrocos // O que saber

Rita da Nova
Agora que passou quase uma semana desde o regresso de Marrocos, chegou finalmente a altura de vos falar um pouco da viagem. Como já tinha tido oportunidade de partilhar convosco, não era um destino que eu quisesse muito conhecer, mas foi a melhor possibilidade dentro das condições que tínhamos estabelecido - só tínhamos uma semana de férias, não queríamos gastar muito dinheiro e procurávamos essencialmente ter um choque cultural.     E, nesse sentido, Marrocos foi o local (...)