Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

04.05.21

Música para o mês // Maio

Rita da Nova
Olha, olha, se não é Maio a chegar aí, todo lindão. Espero que venhas com mais sol e calor do que Abril, que como sempre foi um mês meio bipolar. Ora estive à beira de uma piscina, de fato de banho, em Grândola, ora estive de mantas no sofá. Por isso, sim, vem e traz calor.      Na realidade, Maio é um mês de que costumo gostar e este, em concreto, traz algumas coisas boas. Desde projectos (ainda secretos) que estão numa fase de viragem importante, passando pelo aniversário (...)
22.04.21

Uma Dúzia de Livros // Maio: um livro proibido

Rita da Nova
Não é impressionante que, ainda hoje, haja livros a serem banidos ou censurados? Quando pensamos neste acto, associamo-lo imediatamente a livros que foram editados durante regimes mais opressores, mas até histórias inspiradas no movimento Black Lives Matter têm tentado ser silenciadas. Nesse sentido, talvez o tema de Maio d’Uma Dúzia de Livros – que está mesmo aí a chegar – seja o mais importante que tivemos até agora.      A proposta é ler um livro que foi proibido (...)
01.05.20

Música para o mês // Maio

Rita da Nova
Olá, Maio! Acho que nunca estive tão ansiosa pela chegada de um novo mês - e não porque tenha alguma coisa de especial para fazer, mas porque sinto que Maio vai trazer uma vaga de tranquilidade de que já estamos a precisar. Bem sei que ainda é preciso ter muitos cuidados e que nada está garantido, mas só o facto de a vida começar lentamente a voltar ao normal já me dá algum alento.     Maio é também o mês em que faz um ano que esta rubrica mudou de formato. Quem acompanha (...)
24.04.20

Uma Dúzia de Livros // Maio: um livro português

Rita da Nova
Chegámos a Maio e o Uma Dúzia de Livros vai ser regido por um tema que tem tanto de abrangente como de fascinante - um livro português. Ou seja, não apenas ler em português, mas honrar os nossos autores e conhecer melhor o que têm para nos oferecer.     Esqueço-me algumas vezes da riqueza literária que temos neste país e acabo por pôr livros de autores estrangeiros mais em cima na lista de coisas para ler - também vos acontece? Desta forma, achei que era importante ter um (...)