Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

12.12.19

Os livros da Rita // Harry Potter and the Goblet of Fire, J. K. Rowling

Rita da Nova
Depois de alguns tempos de pausa entre livros, decidi continuar a minha aventura nos livros da saga Harry Potter. Se só chegaram agora, sim, é verdade: eu tenho 28 anos e só agora estou a ler os livros e a ver os filmes pela primeira vez. Cheguei finalmente ao quarto volume, Harry Potter and the Goblet of Fire.     Não me canso de dizer isto: os livros vão ficando progressivamente mais adultos e sombrios. Para isso conta não só a narrativa, como a forma como a própria J. K. (...)
14.06.19

Os livros da Rita // Harry Potter and the Prisoner of Azkaban, J. K. Rowling

Rita da Nova
A minha aventura em Hogwarts continua e dei por mim tão perdida neste terceiro volume da saga Harry Potter - Harry Potter and the Prisoner of Azkaban - que acabei por eleger este livro como a minha leitura para o tema de Junho d’Uma Dúzia de Livros (um livro sobre um sítio que não conhecemos).     Começo por vos dizer que foi, de longe, o livro (e o filme) de que mais gostei até agora - apesar de achar que as adaptações para cinema continuam a não fazer jus às narrativas da (...)
07.05.19

Os livros da Rita // Harry Potter and the Chamber of Secrets, J. K. Rowling

Rita da Nova
Como podem ver, continuo bastante empenhada na tarefa de ler toda a saga Harry Potter pela primeira vez. Sim, é verdade - se só chegaram agora aqui ao blog, ficam a saber que nunca antes tinha lido estes livros ou visto a adaptação em filme.     Depois de ter partilhado aqui a minha opinião do primeiro livro - Harry Potter and the Philospher’s Stone - recebi (...)
29.03.19

Os livros da Rita // Harry Potter and the Philosopher’s Stone

Rita da Nova
Pois é, parece que aos 27 anos decidi começar a ler a saga Harry Potter. Antes que perguntem, sim - só agora. Quando era criança tinha a mania que era snob e mais esperta que o resto dos miúdos, já para não falar da minha aversão ao hype que se criou em volta deste feiticeiro com uma cicatriz na testa. Mesmo os filmes acabaram por me passar completamente ao lado, o que acabou por ser bom agora. Parti para a leitura dos livros com pouquíssimo conhecimento da história.     Sendo (...)