Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

04.02.20

Verbo para o mês // Fevereiro

Rita da Nova
Bem! E este mês de Janeiro que nunca mais acabava? Achava que era só eu a ter uma aversão gigante a este mês, mas depois dos memes todos que vi sobre o facto de Janeiro ser eterno, parece que não estou sozinha. Lá chegou ao fim e não é por eu não gostar deste mês que ele não me trouxe coisas boas, atenção!     Janeiro foi um mês para estar em casa, a aproveitar os meus gatos, os meus livros e a companhia do Guilherme. Mas também foi o mês em que retomei a vontade de sair (...)
28.01.20

Uma Dúzia de Livros // Fevereiro: um livro do teu autor favorito

Rita da Nova
Quase quase a chegar a Fevereiro, não poderia deixar de vir aqui falar-vos do tema que escolhi para o Uma Dúzia de Livros deste mês. Não sei se concordam comigo, mas acho que os temas deste ano são ainda mais abertos e nos dão mais possibilidades de brincar com as escolhas literárias. O objectivo deste clube e desafio de leitura sempre foi podermos ter liberdade para trazer novos livros e novas ideias - e acho que temos conseguido!     Nada como continuar este início de ano com um m (...)
01.02.19

Três para o mês // Fevereiro

Rita da Nova
FINALMENTE! Estava a ver que este Janeiro nunca mais acabava - como, aliás, é apanágio deste mês que eu, honestamente, preferia que não existisse. Por mim era passar directamente de Dezembro a Fevereiro e éramos todos muito mais felizes. Mas bom, o que interessa é que terminou e que Fevereiro vai começar da melhor forma possível.     Mas antes de falarmos sobre isso - e porque Janeiro não foi só um mês deprimente - quero falar-vos de três coisas boas que me trouxe:     1. (...)
06.02.18

Planos para Fevereiro

Rita da Nova
Um pequeno atraso nestes planos para Fevereiro. Não anda fácil, isto por aqui, mas é uma rubrica de que gosto muito e não queria deixar de partilhar convosco um resumo daquilo que foi o primeiro mês de 2018. Acho que já comentei que Janeiro é, para mim, o pior mês de todos e este ano não foi excepção. Parece que nunca mais acaba e, apesar de haver sempre muita coisa a acontecer, parece sempre que não consigo ver a luz ao fundo do túnel.   Mas está terminado e, apesar de (...)