Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

04.04.18

Cuba: algo es algo, pero no es todo

Rita da Nova
Chegámos finalmente ao último post sobre a viagem que fiz a Cuba em Fevereiro. A impressão que tinha sobre o país quando cheguei não é a mesma que tenho agora, depois de ter voltado e ter pensado mais sobre o assunto. Quando me perguntam o que achei de Cuba, lembro-me sempre da frase que o Julio - o taxista que nos levou de Cienfuegos a Havana - disse: Algo es algo, pero no es todo. É verdade que cada cubano (...)
20.03.18

Cienfuegos e Trinidad: uma viagem ao passado

Rita da Nova
Estamos a chegar ao fim dos relatos da viagem a Cuba, com uma paragem em Cienfuegos e uma visita a Trinidad. Antes de vos falar sobre estes dois sítios, precisam de saber que ficam bem perto da Baía dos Porcos, ou seja, a Este de Havana. Mas como só há uma auto-estrada na ilha, para irmos lá ter fizemos uma viagem de quase seis horas entre Viñales e Cienfuegos.  Despedimo-nos da Yamira e do Ricardo de manhã, (...)
13.03.18

Viñales: a natureza cubana em estado puro

Rita da Nova
Depois de vos ter dado alguns conselhos básicos sobre uma viagem a Cuba e de vos ter contado a minha experiência em Havana, chegou a altura de falar sobre o sítio que mais gostei de visitar na ilha - Viñales. Esta pequena vila fica na província de Pinar del Río, na zona Oeste de Cuba. Partimos a meio da manhã de Havana em direcção a Viñales num táxi colectivo partilhado com um casal checo que tinha largado tudo para viajar pela América toda. Iriam começar ali mesmo, em Cuba, (...)
07.03.18

Havana: abandonada, mas cheia de vida

Rita da Nova
Há muito para vos contar e mostrar sobre Havana, mas a primeira coisa que quero que saibam é a seguinte: tenho mixed feelings em relação a esta cidade. Talvez o melhor seja, ainda assim, começar pelo princípio. Chegámos a Havana na noite do Dia dos Namorados e tudo estava num autêntico reboliço (sim, é um dia que eles levam demasiado a sério). O nosso plano era dormir essa noite no Airbnb e, na manhã seguinte, alugar um carro e partir à descoberta de Vinãles. Se leram o (...)