Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

29.03.19

Os livros da Rita // Harry Potter and the Philosopher’s Stone

Rita da Nova
Pois é, parece que aos 27 anos decidi começar a ler a saga Harry Potter. Antes que perguntem, sim - só agora. Quando era criança tinha a mania que era snob e mais esperta que o resto dos miúdos, já para não falar da minha aversão ao hype que se criou em volta deste feiticeiro com uma cicatriz na testa. Mesmo os filmes acabaram por me passar completamente ao lado, o que acabou por ser bom agora. Parti para a leitura dos livros com pouquíssimo conhecimento da história.     Sendo (...)
18.03.19

Os livros da Rita // Gabriela, Cravo e Canela, Jorge Amado

Rita da Nova
Gabriela, Cravo e Canela. Mesmo quem nunca leu este livro, sabe que foi em tempos uma novela (duas, na verdade) e que esta história chegou a ser adaptada para filme. Era um daqueles clássicos que tinha na minha lista de livros para ler há demasiado tempo, comprei-o finalmente na Feira do Livro do ano passado e só peguei nele agora.     Não há uma forma fácil (...)
13.03.19

Os livros da Rita // Purple Hibiscus, Chimamanda Ngozi Adichie

Rita da Nova
Depois de ter lido dois livros da Chimamanda Ngozi Adichie fiquei cheia de vontade de ler tudo o que ela já escreveu, mas outros livros já comprados, que estavam em lista de espera, foram-se pondo à frente. Até que dei por mim em Ushuaia, a terra do fim do mundo, sem livros. Já tinha lido todos os que tinha levado e roubado os do Guilherme - e encontrar livrarias na Argentina que (...)
07.03.19

Os livros da Rita // The Haunting of Hill House, Shirley Jackson

Rita da Nova
Começo este post com um disclaimer: eu não sou pessoa de ver filmes ou ler histórias de terror. Não sou, não lido bem com o suspense e a incerteza de não saber bem quando e como vou ser assustada. Não só não consigo, como não quero tentar aprender a gostar. Costumo dizer que leio livros e vejo filmes e séries para expandir o meu imaginário, para aprender e, por vezes, para descontrair. Obrigada, mas não preciso de estar constantemente em tensão.     Ora, nada faria prever (...)