Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

01.01.19

Obrigada, 2018!

Rita da Nova
2018. Um ano de viagens de maior duração a Cuba e a Madagáscar e de menos escapadelas - a Londres, Berlim, Copenhaga e Sevilha. Um ano de mais livros, 26 ao todo. Um ano de muitas refeições boas, mas menos brunches porque os Workshops de Escrita Criativa são sempre ao fim-de-semana. Um ano de novos projectos, como o Dividimos a Conta e o Uma Dúzia de Livros. Acima de tudo, foi um ano de abertura aos outros. Não no sentido egoísta da coisa, do género “sou tão importante que as (...)
28.12.18

5 melhores surpresas de 2018

Rita da Nova
Chegamos à última semana do ano e, também, ao último post sobre as melhores coisas que 2018 me trouxe. É altura de vos falar sobre aquilo que mais me surpreendeu. Sabiam que este é um dos posts mais complicados e, ao mesmo tempo, mais divertidos de escrever?  Já vos tinha dito que não me surpreendo com facilidade. Tenho, até, a capacidade de antecipar todas as surpresas e de estragar os planos às pessoas que, cheias de boas intenções, tentam proporcionar-me algo de que não (...)
27.12.18

Os livros de 2018

Rita da Nova
Foi em Abril do ano passado que decidi começar a trazer uma das minhas grandes paixões aqui para o blog - os livros. Rapidamente se tornaram um dos temas que mais abordo por aqui e sobre o qual - não posso mentir - mais gozo me dá escrever. Sinto que este cantinho foi crescendo de uma forma especial através dos livros e da conversa que criamos em volta deles e não podia estar mais feliz por isso.  Desde 2015 que aponto todos os livros que leio por ano. É interessante comparar as (...)
21.12.18

5 melhores restaurantes de 2018

Rita da Nova
Este é, possivelmente, um dos posts mais complicados de escrever aqui pelo blog. Eu explico: depois de ter revisitado tudo o que escrevi sobre restaurantes ao longo deste ano, de ter recordado as experiências e as coisas boas que comi, percebi que iria ter muita dificuldade em escolher apenas cinco restaurantes para destacar neste balanço. Depois de um tetris esforçado e (um bocadinho) suado, cheguei finalmente a uma lista dos 5 que foram importantes no meu ano por algum motivo.  Iss (...)