Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rita da Nova

Seg | 09.04.18

#RitaNaRotaDoBrunch // The Paleo Kitchen

Esta coisa de estar numa jornada Whole30 tem muito que se lhe diga de positivo, mas há certos momentos em que desejava não me ter lembrado desta ideia. Já perceberam que estou a falar do brunch, certo? Vocês sabem o quão fã sou dessa refeição, por isso podem calcular o quão difícil é passar um fim-de-semana sem poder desfrutar daquelas coisas boas tipo croissants, bolos e queijos.

 

the-paleo-kitchen-1.jpg

 

Felizmente para mim, abriu há um tempo um restaurante chamado The Paleo Kitchen, que serve apenas comida preparada com ingredientes aprovados pela dieta paleo. Como já vos tinha dito por aqui, o plano Whole30 partilha muitos fundamentos com esta dieta e, depois de uma olhadela pelo menu, decidi experimentar o brunch. É servido todos os dias, excepto domingo.

 

Confesso que não estava à espera de ver uma carta tão extensa e cheia de coisas tão boas. E por “tão boas” quero dizer saborosas e, ao mesmo tempo, saudáveis. O The Paleo Kitchen afirma servir healthy caveman food, ou seja, aqui não entram cereais e derivados, lacticínios, leguminosas, alimentos processados, corantes, conservantes, outros aditivos e açúcares refinados. Todos os ingredientes são 100% orgânicos e frescos, já que tudo é preparado naquela cozinha (desde granolas de sementes a leites vegetais).

 

the-paleo-kitchen.jpg

 

Precisámos de algum tempo para decidir o que escolher e optámos por pedir duas Breakfast Bowls: uma Green (abacate, banana, espinafres, kale, leite de amêndoa, amêndoa, linhaça e tâmaras com topping de kiwi, cânhamo e amêndoa tostada) e uma Sweet Potato (batata doce, especiarias, banana, sementes de linhaça, leite de amêndoa, laranja, gengibre, curcuma e canela com topping de laranja, frutos secos e amêndoa tostada). Esta última era para mim e normalmente leva mel, mas como é um ingrediente proibido em Whole30, pedi para retirarem.

 

the-paleo-kitchen-green-bowl.jpg

the-paleo-kitchen-sweet-potato-bowl.jpg

 

Para ficarmos completamente reconfortados, acabámos por pedir também um wrap para partilhar. Já sei o que estão a pensar: então, Rita, os wraps são feitos com tortilhas e as tortilhas são feitas com cereais. São sim, mas aqui no The Paleo Kitchen optam por fazê-los com base de omelete ou apenas de claras com ervas aromáticas. Fiquei logo com vontade de replicar a receita deste Wrap de Frango em casa, que leva frango a baixa temperatura, bacon, mistura de couves, espinafres, tomate cherry, pesto (sem parmesão, claro) e amêndoa. Estava mesmo muito bom!

 

the-paleo-kitchen-wrap-frango.jpg

 

O restaurante também está aberto para almoço e jantares, por isso não há desculpa para não experimentarem pelo menos uma refeição assim. Palavra de quem está nisto há uma semana: apenas uma refeição não custa nada e de certeza que se vão surpreender com o sabor dos ingredientes naturais.

 

Já conheciam o The Paleo Kitchen? Conhecem outros locais onde uma alminha em Whole30 consiga fazer brunch ou comer bem sem ter que pedir para retirar cinquenta coisas do prato? Partilhem comigo nos comentários!

 

The Paleo Kitchen Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato