Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Restaurantes // Miss Jappa

Quando comecei a falar de comida aqui pelo blog, escrevi sobre os meus restaurantes anti-rotina e o Miss Jappa, no Príncipe Real, era um deles. Passou-se quase um ano e meio e continuo a achar este restaurante muito especial, embora nunca tivesse calhado fazer um post só sobre ele. Na sexta-feira passada, depois de dias intensos no trabalho, decidi que precisava de terminar a semana numa nota mais descontraída e lembrei-me logo deste sítio.

 

miss-jappa.jpg

 

A carta vai mudando regularmente e havia uma série de novidades para experimentar. O alinhamento de pratos que escolhemos para a noite foi quase todo composto por pratos novos, à excepção de dois. Já vos conto porquê, antes disso quero falar-vos um pouco do espaço. O Miss Jappa ocupa o lugar que foi do maravilhoso Café Orpheu, para onde fui muitas vezes ler e beber chá. A decoração remete-nos para o Japão - claro -, sendo por isso bastante minimalista. Mas um dos pormenores que mais gosto neste restaurante é o facto de terem deixado um bocadinho do papel de parede que era característico do Orpheu: azul claro, com pássaros e flores.

 

miss-jappa-1.jpg

miss-jappa-2.jpg

 

No Miss Jappa come-se mais do que sushi, mas todos os pratos estão pensados para contrapor o lado mais tradicional com o lado mais inovador da cozinha japonesa. Nós começámos com um dos nossos de eleição - o Okonomyiaki (panqueca de couve na chapa com camarão, maionese de tonkatsu e lascas de atum seco). Pedimos sempre que lá vamos e, tal como as bebidas do costume (Sakêgria de Frutos Vermelhos e Cerveja Kirin Ichiban), nunca desilude.

 

miss-jappa-okonomiyaki.jpg

miss-jappa-sakegria-frutos-vermelhos.jpg

miss-jappa-cerveja.jpg

 

Depois começámos uma incursão pelas novidades com os Baos de Salmão Teriyaki (maravilhosos!) e o Nasu Dengaku (beringela grelhada com molho dengaku, bacon crocante e rebentos de mizuna). As doses não são muito grandes porque são pensadas com o objectivo de partilhar.

 

miss-jappa-bao-salmao.jpg

miss-jappa-nasu-dengaku.jpg

 

Decidimos terminar esta mini-viagem pelos sabores do Japão com dois pratos de sushi, porque apesar de sabermos que a cozinha japonesa não se faz só de arroz e peixe cru, a verdade é que somos mesmo muito fãs. Não é possível ir ao Miss Jappa sem pedir uma Roleta Russa de Gunkans. Este não é só o meu prato favorito deste restaurante; é possivelmente um dos meus favoritos da vida. Vêm seis e quem tiver a sorte (ou o azar) de comer o único que é extremamente picante tem que beber um shot de Sakê. Escusado será dizer que me calhou a mim e estive uns bons minutos a recuperar.

 

miss-jappa-roleta-russa-gunkans.jpg

 

Antes das sobremesas ainda experimentámos outra novidade da carta, o Chirashi. É sushi solto de três peixes, gema curada, manga, tobikko e omelete japonesa). Passou directamente para o top dos melhores chirashis que já comi e acho que a gema curada contribuiu muito para isso.

 

miss-jappa-chirashi.jpg

 

É claro que, havendo sobremesas novas, nós não íamos pedir algumas que já tivéssemos experimentado noutras vezes. E calhou bem serem duas, para podermos dividir pelos dois. O Yokan (marmelada de azuki com requeijão de cabra e nougat de arroz) era muito boa e pouco doce, mas a minha favorita foi o Taruto. É uma torta de laranja, gengibre, shisô e espuma de amêndoa. Também não era muito doce ou forte, como costumam ser as tortas de laranja, e tudo combinava na perfeição!

 

miss-jappa-yokan.jpg

miss-jappa-taruto.jpg

 

Para mim, o Miss Jappa é um daqueles restaurantes que sabem a casa e não me custa nada repetir várias vezes. Vocês também têm restaurantes assim nas vossas vidas? Quais são? Contem-me tudo nos comentários!

 

Miss Jappa Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

2 comentários

Comentar post