Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qui | 18.07.19

Restaurantes // Bairrista

À primeira vista, o frango assado pode ser uma alternativa rápida e fácil de refeição, mas quando começamos a debruçar-nos sobre a questão percebemos que não é bem assim. Primeiro, porque toda a gente tem um frango de churrasco favorito - o da rua, o que há ao pé da casa dos pais, os da Avenida da Igreja. E a história não se fica por aqui: mesmo que se concorde sobre que frango comprar, começa toda uma outra discussão sobre que parte do frango cada um deve comer (e God forbid que toda a gente que está à mesa goste de pernas!).

 

2019-07-18 11.43.50 2.jpg

 

Esta conversa surgiu precisamente à mesa do Bairrista, um restaurante de frango assado no Lumiar que vem pôr fim a estas discussões. Eu já vos explico porquê, primeiro quero falar-vos um pouco deste espaço que nada tem a ver com as churrasqueiras de bairro a que estamos habituados. Quando entramos não há fumo nem cheira a comida, mas há janelas amplas e várias mesas onde podemos sentar-nos a comer.

 

BAIRRISTA.png

 

E é precisamente quando nos sentamos e olhamos para o menu que as surpresas começam a acontecer. No Bairrista há muitas opções para além do típico combo frango assado com batata frita. Para além do frango de churrasco há uma série de pratos com frango que podem ser pedidos como entrada e foi isso que nós fizemos. Experimentámos o Frango à Passarinho, o Frango Vinagrete e tivemos direito a experimentar um outro com azeite e vinagre que ainda não está na carta.

 

BAIRRISTA-2.png

 

Depois disso - e embalados pelas entradas - decidimos atacar o frango. O Guilherme, como não é esquisito e adora frango assado, pediu Meio Frango e uma Salada Alentejana para acompanhar. Já eu, como só gosto mesmo das pernas e coxas, foi mesmo isso que pedi: uma Coxa de Frango e Batatas Doces Fritas com maionese de alho para acompanhar. Para além dos acompanhamentos óptimos, adorámos o facto de o frango ser mesmo bom e suculento.

 

2019-07-18 11.43.48 1.jpg

2019-07-18 11.43.46 1.jpg

 

Outra coisa que adorei no Bairrista foi a variedade de molhos que se pode pedir para acompanhar o frango. Para além do clássico, há um de alho, um picante, um de pimenta e um bairrista (com tangerina) - os dois últimos foram os meus favoritos! A única coisa de que sentimos falta (e por “sentimos” leiam “O Guilherme sentiu e pediu para eu colocar aqui no post”) foi de haver a opção de acompanhar o frango com esparregado.

 

Já a terminar a refeição, não resistimos a pedir uma fatia de Pavlova de Chocolate e Frutos Vermelhos para dividir - muito fresquinha e boa para terminar esta primeira experiência no Bairrista.

 

2019-07-18 11.43.47 1.jpg

 

Se continuarem a preferir comer frango de churrasco no conforto do lar, não se preocupem! Todos os pratos do Bairrista podem ser pedidos para casa, sendo que fazem entregas num raio de 3km, tanto através do site ou app do restaurante, como do Glovo e da UberEats. Nesta opção de take-away fica garantido que não se usam embalagens de plástico ou alumínio, por isso não ficam de consciência pesada por escolherem pedir para casa.

 

Com a casa nova, tenho a sorte de estar abrangida neste raio de entregas, por isso de certeza que o Bairrista vai ouvir falar de mim mais vezes! Fãs de frango assado, há por aí? Já conheciam este restaurante?

 

Bairrista Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.