Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Sex | 15.05.20

Parabéns, Coisa Boa!

Cá estás tu, pronto para abraçar mais um ano. Sei que este que passou e especialmente os últimos meses foram complicados, mais para ti do que para mim, na verdade. Sei o quanto precisas de ser do mundo, de andar por aí a fazer as pessoas rir. Espero ter conseguido mostrar-te, nestes dias, que sim - que tens a capacidade natural de fazer os outros rir (só não me peças para rir de trocadilhos parvos, que até o amor tem limites).

 

89AF66B1-8B22-4247-B0E8-B6711CE8E653.jpg

 

Mas estar tanto tempo contigo ultimamente - como já não estávamos desde que começámos a namorar - fez-me perceber que essa não é a única capacidade natural que tens. Também tens um jeito muito próprio de cuidar daqueles que amas. Eu sempre o soube, mas parece que precisei de chegar a um cenário apocalíptico para realmente notar isso nos pequenos gestos do dia-a-dia. Nas laranjas que descascas por mim porque sabes que odeio ficar com o cheiro nas mãos. Em todas as vezes que me ajudaste a regar as plantas e partilhaste a felicidade de ver folhinhas novas a crescer. De todas as sextas-feiras em que foste comigo à associação, tratar dos gatinhos. Nos abraços que sabes que preciso ainda antes de eu pedir.

 

Desejo mesmo que este teu novo ano não seja como estes últimos meses, porque sei que o mundo também precisa um bocadinho de ti nele. Parabéns, Coisa Boa. ❤️

4 comentários

Comentar post