Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qua | 05.12.18

Palavras Cruzadas // O melhor presente que poderia receber

O melhor presente que poderíamos receber este Natal. Engraçado: fui eu quem lançou este tema aqui nas Palavras Cruzadas, achando que teria uma ideia brilhante para escrever. Não tenho. Pensei também em transformar este post em mais uma rant sobre qualquer tema que me ande a enervar ultimamente, mas a Vânia falou demasiado bem daquilo que andava aqui encravado.

 

kari-shea-485935-unsplash.jpg

 

Não quero sequer nada pelo Natal. Na verdade, nunca quero. Os livros são os únicos presentes que aceito porque são, de facto, aquilo que é “exactamente a minha cara”. Nem viagens peço porque, sendo essa a minha prioridade, acabo sempre por gastar o meu dinheiro aí.

 

A melhor coisa que poderia receber era um envelope com uma carta que dissesse que as minhas pessoas vão estar bem. Que a minha família vai continuar unida. Que a Guinness, a BB8 e o Risotto não vão ter problemas de saúde, só mimos para dar. Que o Guilherme vai arrasar no trabalho este ano, sem deixar de ter tempo para descansar. Que a minha Avó vai continuar cheia de energia e sarcasmo, como sempre. Que vou conseguir estar mais vezes com a Sofia e com o Pincha. Que o Jojo e a Rititi vão ter paz, só paz. Que a Ema vai nascer linda e maravilhosa e a minha Pati vai perceber que já é uma mãe do caraças. Que o Carlos e a Carolina vão comprar a casinha deles sem stress.

 

E podia dizer muito mais, sobre muitas mais pessoas. Mas depois eu digo-lhes isso quando estiver com eles 💛

 

____

Este é o 26º post da rubrica Palavras Cruzadas, criada em parceria com o P.A., mas vocês também estão mais do que à vontade para pegar nos temas e escrever sobre eles. Como disse, o tema desta semana foi lançado por mim, o que significa que agora é esperar para ver o que ele arranja para a próxima edição!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.