Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qua | 06.03.19

Palavras Cruzadas // A minha raposinha

Cresci na casa da minha Avó e, no armário da sala, havia uma raposa de cristal. Tinha-lhe sido dada como presente de Natal por um dos pacientes do consultório onde trabalhou anos e anos. Ela não lhe achava grande graça, mas ficava feliz por as pessoas se lembrarem dela e acabava por acumular estas prendas todas.

 

A08EC953-0628-4BD7-83FF-122A4F4EC91B.jpg

 

A raposinha foi ficando e eu, sempre que passava por ela, parava para lhe dar uma festa. Passava as mãos pequenas pelo vidro frio e perguntava: “Quando eu for grande dás-me esta raposinha?”. A pergunta tinha variantes: quando eu for grande, quando já não a quiseres, quando eu mudar de casa. A reposta era sempre a mesma: ela dizia que sim, que ma dava, da mesma forma que dizia qualquer outra coisa pouco importante. Nunca achei que a minha Avó lesse em mim o quanto eu gostava daquele bibelot.

 

No dia em que mudei para a minha primeira casa - que a minha Avó ajudou a criar e a pôr bonita -, pedi-lhe que dormisse lá comigo. Tinha planos de fazer um jantar incrível para inaugurarmos o início da minha vida sozinha, mas nem sequer tinha gás e estávamos ambas exaustas. Ela disse-me que fosse tomar um banho, que depois logo víamos o que se jantava. Quando saí do banho e regressei à sala, olhei para as estantes ainda vazias. Ali estava ela, a raposinha de cristal. A ser a primeira coisa que ocupava as minhas estantes e que decorava a minha casa. A minha Avó tinha cumprido a sua promessa.

 

Desde esse dia que as raposas simbolizam a minha Avó e tudo aquilo que tenho dela: o meu lado mais solitário e com a mania das independências, aliado à vontade de proteger e cuidar daqueles de quem realmente gosto. Foi por isso que gravei não uma, mas duas raposas na pele. Assim tenho a certeza de que me lembro mais vezes do que se sente quando alguém cumpre o que nos prometeu.

 

____

Este é o 32º post da rubrica Palavras Cruzadas, criada em parceria com o P.A., mas vocês também estão mais do que à vontade para pegar nos temas e escrever sobre eles. Esta semana fui eu quem ditou as regras do jogo, por isso corram ao blog do P.A. para ver o próximo tema!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Rita da Nova

    07.03.19

    De nada, ora essa. Falar sobre a minha Avó é sempre um prazer. 💛
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.