Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Os livros da Rita // Herland, Perkins Gilman

HERLAND-POST.png

 

Trouxe o Herland da Escócia, uma compra que foi fruto não só do roteiro que fiz pelas livrarias de Edimburgo, mas também de uma recomendação dada pelo staff da Golden Hare Books. A premissa prendeu-me imediatamente: um grupo de três exploradores descobrem uma sociedade isolada e independente, formada exclusivamente por mulheres.

 

O livro foi escrito em 1915 por Charlotte Perkins Gilman, que decidiu explorar a ideia de uma utopia feminista. O que percebemos com o desenrolar da narrativa é que este país é perfeito exactamente porque nenhum homem exerce poder ou influência na sociedade. Não há guerras, não há conflito, há apenas um conjunto de mulheres a viver com um objectivo comum - a manutenção da comunidade.

 

herland-perkins-gilman.jpg

 

O mais engraçado é que acompanhamos a narrativa sempre do ponto-de-vista destes três homens e, com eles, vamos colocando as mesmas questões. Se não existem homens, como é que elas se reproduzem? Como é que conseguem construir edifícios? O que fazem se forem atacadas? E vamos percebendo também que haveria mais vantagens numa sociedade dominada por mulheres do que as que o mundo em que vivemos parece acreditar.

 

Embora o livro tenha mais de 100 anos, continua a ser bastante actual e está escrito num inglês tão acessível que nem me dei conta da antiguidade desta obra. Recomendo vivamente a leitura a quem gosta de utopias, seja homem ou mulher, porque no fundo só vamos conseguir viver uma melhor versão da nossa sociedade se aprendermos uns com os outros.

 

Conheciam este livro? Que outros semelhantes recomendam? 

_________

Herland by Charlotte Perkins Gilman

Avaliação: 7,5/10

4 comentários

Comentar post