Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Ter | 26.05.20

Os livros da Rita // Harry Potter and the Order of the Phoenix, J. K. Rowling

Eu sei, eu sei, eu sei. Há muito tempo que não dava novidades do meu progresso na saga Harry Potter, mas a verdade é que estive uns meses sem avançar. Andei a ler outras coisas durante algum tempo e agora regressei para ler Harry Potter and the Order of the Phoenix. É o maior livro de todos e acompanha o quinto ano em Hogwarts, um ano de muitas mudanças e de crescimento para quase todas as personagens.

 

5BED678E-8DEA-489C-AEFC-71BFC4FF2FDA.jpg

 

Tenho a certeza que haverá pessoas como eu desse lado, pessoas que passaram ao lado do universo Harry Potter durante anos e, por respeito, vou tentar não deixar aqui spoilers. Mas uma coisa é certa: este foi o livro que mais me fez odiar a personagem principal, o próprio do Harry. Nunca foi o meu favorito e acho que é, provavelmente, o menos interessante de todos - gosto bem mais da Hermione, do Ron (de toda a família Weasley, na verdade), do Hagrid, da McGonnagall, do Dumbledore, do Snape, do Sirius… até do Voldemort! Todas estas personagens têm uma evolução bem mais notória e credível do que o miúdo da cicatriz.

 

Seja como for, gostei de muita coisa neste livro: do facto de se sair mais de Hogwarts e nos aproximarmos da vida política no mundo da magia, com o confronto entre Death Eaters e a Order of the Phoenix, da perspectiva do Snape relativamente ao que foi crescer naquela escola, do aparecimento da Luna Lovegood (adoro-a!) e do protagonismo que o Neville ganha. Acima de tudo, adorei que não tivesse capítulos exaustivos a descrever jogos e torneios de Quidditch porque, convenhamos, é uma tremenda seca e não acrescenta nada de novo - aliás, no quarto e no quinto volume, a J. K. Rowling arranja forma de afastar o Harry do campeonato e eu acredito que seja porque já não conseguia inventar mais descrições.

 

The mind is not a book, to be opened at will and examined at leisure. Thoughts are not etched on the inside of skulls, to be perused by an invader. The mind is a complex and many-layered thing.

 

Com Harry Potter and the Order of the Phoenix aconteceu-me uma coisa que só me tinha acontecido com o primeiro - fiquei cheia de vontade de pegar logo de seguida no próximo. Lá está, os livros estão a ficar mais adultos e a agarrar-me cada vez mais por isso. Mas controlei-me e avancei antes para a minha leitura de Junho d’Uma Dúzia de Livros e, quando terminar, logo regresso a Hogwarts.

 

No entanto, vi o filme logo de seguida para continuar no mood. Como em quase todas as adaptações de livros, achei que faltam ali detalhes importantíssimos para se perceber a história e a ligação entre acontecimentos. Quem só tiver visto os filmes não vai entender todo o meu desabafo acerca do Harry, parece-me sempre que nas adaptações fazem dele ainda mais armado em herói do que ele já tem tendência para ser.

 

Em resumo, estou a gostar cada vez mais desta aventura de ler Harry Potter em idade adulta. Se, por um lado, tenho pena de ter sido uma criança snob e ter rejeitado ler os livros nessa altura, por outro sei que agora tenho um discernimento e uma capacidade de análise muito diferentes - o que torna esta leitura muito melhor. Desse lado, o que me têm a dizer sobre este 5º volume? 

 

_________

Harry Potter and the Order of the Phoenix por J. K. Rowling

Avaliação: 8/10

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.