Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Ter | 07.04.20

Os livros da Rita // Eleanor Oliphant is Completely Fine, Gail Honeyman

É estranho e curioso estar a escrever-vos sobre Eleanor Oliphant is Completely Fine num dia chuvoso como este. É exactamente esta a primeira sensação que a personagem Eleanor nos transmite - escuridão e tristeza como num dia assim. Mas depois, como em todos os dias assim, há uma nesga de sol que aparece e nos faz ver uma perspectiva que antes não víamos. Assim é a Eleanor.

 

3F64A409-38B6-448D-B346-893B116A5A3F.jpg

 

Vou directa ao assunto: apaixonei-me completamente por esta personagem. Há muito tempo que não sentia uma ligação tão forte com alguém fictício e acho, genuinamente, que se a personagem não estivesse tão bem criada, provavelmente este livro não seria o sucesso que foi. Gail Honeyman conseguiu uma proeza tão difícil - criar uma personagem diferente de toda a gente que conhecemos, com pormenores que nem sempre compreendemos, mas que nos faz sentir uma empatia gigante.

 

Para resumir a quem não sabe do que se trata este livro: Eleanor Oliphant é uma pessoa, no mínimo, peculiar. Para além de extremamente solitária, tem muitas dificuldades em relacionar-se com outras pessoas de uma maneira considerada “normal”.

 

A philosophical question: if a tree falls in a forest and no one is around to hear it, does it make a sound? And if a woman who's wholly alone occasionally talks to a pot plant, is she certifiable? I think that it is perfectly normal to talk to oneself occasionally. It's not as though I'm expecting a reply. I'm fully aware that Polly is a houseplant.

 

Ao longo do livro vamos acompanhando esta personagem num período específico da sua vida em que várias outras personagens surgem no seu caminho e a fazem acreditar em várias coisas - no amor (ainda que platónico), nos outros, no lado divertido de uma vida social e, acima de tudo, em si própria. Ao mesmo tempo que ela vai construindo um futuro diferente, somos levados até ao seu passado e percebemos porque é que ela é como é.

 

Não vou dizer mais porque não quero, de todo, estragar-vos a experiência de leitura. Confesso que, depois de ouvir falar tão bem sobre este livro, estava com algum medo de me desiludir e não o achar assim tão bom. Mas como adorei, a única coisa que posso dizer é que vale muito a pena a vossa leitura.

 

Quem já o leu? O que têm a dizer? Vá, quero ouvir (ler, no caso)!

 

_________

Eleanor Oliphant is Completely Fine by Gail Honeyman

Avaliação: 7,5/10

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.