Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Sex | 11.08.23

Mercy Street, Jennifer Haigh

Não fazia a mais pálida ideia de quem era Jennifer Haigh ou do que tratava Mercy Street até encontrar este livro nas promoções do Kobo. Estava a um preço tão bom, que confiei na capa e decidi dar-lhe uma oportunidade, sem fazer ideia de que iria gostar tanto da temática.

 

mercy-street-jennifer-hiagh.JPG

 

Mercy Street centra a sua narrativa em Claudia, que trabalha numa clínica de saúde íntima feminina, onde é possível interromper voluntariamente a gravidez. O livro começa com uma série de protestos anti-aborto na rua, à porta da clínica, e aí percebemos logo o tom e a temática principal da história — a polaridade entre os que acreditam que as mulheres podem e devem decidir o que fazer com o seu corpo e aqueles que acham que esse corpo deve ser controlado em prol de “um bem maior”.

 

Drug addiction and alcoholism, depression and anxiety, accidental pregnancy and sexually transmitted disease. These conditions are believed to share a common etiology, the failure of virtue. Whatever their diagnosis, all Wellways patients have this in common: their troubles are seen to be, in part or in full, their own goddam fault.

 

Numa altura em que continuamos a falar tanto do aborto — direito ou crime? — gostei muito de ler Mercy Street porque me transportou para a realidade destas clínicas nos Estados Unidos, não apenas para as ameaças anónimas que recebem, mas também para a forma como conseguem ajudar mulheres com diferentes histórias e percursos. Sem dúvida que o dia-a-dia de Claudia na clínica foi a parte de que mais gostei.

 

Relativamente a tudo o que acontece fora da clínica, honestamente, nem sempre consegui interessar-me. O facto de Claudia comprar erva a Timmy, um traficante simpático, toda a linha narrativa dessa personagem e as outras que surgem quando o acompanhamos… percebo o intuito de tentar ligar as personagens todas, mas não funcionou para mim. Não que esteja mal feito, simplesmente não me despertou tanto interesse quanto toda a dinâmica dentro da clínica em Mercy Street.

 

Conhecem outros livros com temáticas semelhantes, que me possam recomendar? Fiquei com muita vontade de ler mais coisas dentro deste género.

2 comentários

Comentar post