Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qua | 27.11.19

Marrocos // Fez

Chegámos a Fez já de noite e exaustos da viagem de autocarro - embora o caminho seja praticamente deserto e dê para observar bem as estrelas pela janela. Acordámos cedo e cheios de vontade de ir conhecer a cidade, mas o tempo trocou-nos as voltas e ficámos por um tempo no Riad à espera que parasse de chover. Não durou muito e lá fomos nós - não sem antes sermos avisados para não confiarmos em ninguém dentro da Medina.

 

EE7B9F8D-42E6-418B-9F0F-F7DAAD297AD2.jpg

 

Foi-me difícil gostar de Fez. Ou, pelo menos, tive dificuldade em andar relaxada nas ruas sinuosas da Medina. Disseram-me muito que esta cidade é muito mais autêntica que qualquer outra que visitei em Marrocos e, talvez por isso, eu tenha tido tanta dificuldade em dar-me bem naquela confusão de pessoas. Só tínhamos um dia completo para conhecer Fez, por isso andámos essencialmente a deambular (e a desviar-nos de pessoas).

 

MARROCOS-FEZ-3.png

 

Marrocos é, em geral, tão confuso, que muitas vezes precisávamos de entrar em museus ou em Medersas (pequenos pátios em edifícios privados) para respirar um bocadinho e ganhar energias. E uma coisa é certa: Fez tem Medersas lindíssimas, vale mesmo muito a pena entrar e aproveitar a arquitectura. Para além disso, uma visita às Tanneries é quase obrigatória, para percebermos todo o processo de preparação e tintura das peles. Pode ser complicado chegar lá e haverá sempre muitos marroquinos a querer levar-vos para ganhar algum dinheiro - mas pronto, é a vida por lá!

 

MARROCOS-FEZ-2.png

02F0E59C-B50A-4299-9831-A61707C3FCE2.jpg

 

A única recomendação que tenho para vos dar é que parem para almoçar (ou só tomar qualquer coisa) no Café Fez. Foi mais um dos nossos safe spots para descansar do reboliço de Fez e aproveitar para almoçar com calma. A comida é boa, mas melhor do que isso só mesmo os jardins que circundam o restaurante.

 

MARROCOS-FEZ-1.png

 

Fez foi uma excelente preparação para o turbilhão de Marrocos, mas antes de lá chegarmos ainda teríamos três dias de natureza pela frente. No próximo post sobre Marrocos vou falar-vos sobre a nossa ida ao Deserto - a parte que mais gostei de toda a viagem! Até lá, digam-me: que impressões têm de Fez e que dúvidas ficaram por tirar?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.