Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Ter | 18.06.24

Feira do Livro // Edição de 2024

Bem, o que dizer desta edição da Feira do Livro de Lisboa? Várias coisas: a maior parte delas incríveis, outras um pouco mais desgostosas, e é mesmo por aí que vou começar. Esta foi provavelmente a primeira vez em muitos anos em que não consegui aproveitar a feira como queria. Por estar em plena tour de divulgação de Quando os Rios se Cruzam, tive de apontar as minhas visitas para coincidirem com os dias em que estaria por lá enquanto autora — isso fez com que tivesse pouca atenção aos livros do dia e às melhores oportunidades, mas não fez com que saísse da feira de mãos a abanar, claro.

 

feira-do-livro-2024-2.jpg

 

E essa é a parte incrível: estive lá no dia 10 de junho para uma conversa com o Álvaro Curia sobre entrar no mercado literário, que se seguiu de uma sessão de autógrafos de quase 2h30 (!); passei por lá no dia 13 para um Meet & Greet com influenciadores literários que trabalham de perto com a minha editora e tive a fantástica Marta Maia e Costa (@ofwavesandpages) a orientar uma conversa sobre o meu livro; e finalizei no domingo, dia 16, com uma conversa com a Lorena Portela sobre personagens femininas e mais 1h e picos de autógrafos.

 

Desde que sou uma autora publicada (🥹) termino sempre a Feira do Livro de Lisboa num estado muito emocional: ainda é inacreditável para mim que tanta gente tenha interesse em ouvir-me e em ficar ao sol para ter um autógrafo meu e conversar um bocadinho. Considerem que este pequeno parágrafo nunca será suficiente para agradecer, mas que eu nunca esquecerei a quantidade de leitores incríveis que tenho.

 

E porque, como vos disse, mesmo não tendo estado tão atenta aos deals acabei a fazer algumas compras, aqui vos deixo as minhas compras desta 94.ª edição da Feira do Livro de Lisboa:

 

feira-do-livro-2024.JPG

 

Brutes, Dizz Tate (14,70€ 11,80€)

A compra impulsiva do ano, numa visita a meio da semana para um Meet & Greet com influenciadores da Presença, a casa-mãe da minha editora. Nunca tinha ouvido falar nele, nem na autora, mas adorei a capa e, depois de ler a sinopse, parece-me um daqueles livros com a mistura certa entre mistério e doidice. Tentarei lê-lo brevemente e dizer-vos se sempre vale a pena.

 

Day, Michael Cunningham (16,75€ 13,40€)

Já sabia que quereria levar este livro para o Clube do Livra-te, por ter ouvido falar muito bem dele, pelo que encontrá-lo na versão original à venda na feira foi o sinal de que precisava para avançar com essa escolha já para Julho. Supostamente é uma história sobre amor e perda, que se centra numa família e nos tempos iniciais da pandemia.

 

Um Lobo no Quarto, Valentina Silva Ferreira (18,50€ 16,65€)

A entrada no Clube das Mulheres Escritoras e a Feira do Livro do ano passado abriram-me as portas para a leitura de outras mulheres portuguesas. De tal modo que, uma vez que as tenho comprado e lido ao longo do ano, na feira só queria mesmo comprar o novo livro da Valentina Silva Ferreira, que me desperta muita curiosidade. Já gostei muito de Vertigens, mas algo me diz que vou gostar ainda mais deste.

 

Os Crimes do Verão de 1985, Miguel d’Alte (18,45€ 14,77€)

E a falha que é nunca ter lido Miguel d’Alte? Tinha planeado esta compra para outro momento, já que eu e o Miguel fizemos parte do mesmo painel no Festival FALA, em Alcanena. Calha que o voo do Miguel, vindo do Luxemburgo, foi cancelado e ele teve de se juntar através de videochamada. No dia seguinte fui então ter com ele à Feira do Livro de Lisboa, para o conhecer finalmente em pessoa e pedir-lhe um autógrafo neste que será o meu primeiro livro dele.

 

Torto Arado, Itamar Vieira Junior (16,60€ 13,30€)

Não tenho dedos suficientes para contar a quantidade de vezes que já me recomendaram a leitura deste livro. E depois de saber que foi finalista do International Booker Prize for Fiction, fiquei ainda com mais vontade de o fazer.

 

Se ficaram com curiosidade em perceber como têm sido as minhas Feiras do Livro de Lisboa ao longo dos anos, deixo-vos com os posts que fui escrevendo. Neles encontram também as minhas estratégias para aproveitar este evento da melhor forma, pode ser que vos inspire no próximo ano:

>> Como aproveitar melhor a Feira do Livro (2017)
>> Feira do Livro: as minhas compras deste ano (2018)
>> Feira do Livro // O rescaldo da edição de 2019
>> Feira do Livro // A edição de 2020
>> Feira do Livro // Edição de 2021
>> Feira do Livro // Edição de 2022
>> Feira do Livro // Edição de 2023

 

E agora chegou a parte de que gosto mais: aquela em que vos pergunto se foram à feira, como é que correu, que livros compraram… Ah, e se já leram alguns dos que comprei este ano, para me darem a vossa opinião!

2 comentários

Comentar post