Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qui | 20.08.20

Educated, Tara Westover

Educated, da Tara Westover, foi um daqueles livros que se revelou um sucesso logo nos primeiros encontros d’Uma Dúzia de Livros. A opinião era unânime: este relato autobiográfico devia mesmo ser lido e rapidamente se tornou uma das melhores leituras do ano de quem falava dele. Como podem calcular, tinha as expectativas em altas e sei que isso, por vezes, pode ser mau sinal - é comum achar que um livro vai ser incrível a acabar por me desiludir.

 

35BF388F-F5A8-4B62-95AF-3409F39F56B6-84B7CB13-12AC

 

Mas o Educated é tão bom que superou quaisquer expectativas que eu pudesse ter. Eu sabia mais ou menos a premissa: Tara, a autora, conta como é crescer numa família Mórmon e todo o processo de deixar as suas raízes para se inscrever na Universidade. Sabia também que tudo era contado do ponto de vista dela, mas não fazia ideia da forma empática e bonita como fala da família. Apesar de não concordar com a forma como vivem, sobretudo com o pai, consegue mostrar-nos a lógica por detrás das acções deles - afinal, os Mórmons preparam-se para o fim dos dias e, em consequência disso, pretendem tornar-se o mais independentes possível. Isso inclui não depender de coisas simples como médicos ou da distribuição de electricidade e água, por exemplo.

 

Podem calcular que alguns membros da família acabam por não reagir muito bem quando Tara manifesta vontade em deixar a família para estudar. Enfrenta alguma resistência por parte do pai, que começa a tornar-se progressivamente mais radical, o que faz com que se afaste totalmente e sofra as consequências psicológicas desse afastamento.

 

Everything I had worked for, all my years of study, had been to purchase for myself this one privilege: to see and experience more truths than those given to me by my father, and to use those truths to construct my own mind. I had come to believe that the ability to evaluate many ideas, many histories, many points of view, was at the heart of what it means to self-create. If I yielded now, I would lose more than an argument. I would lose custody of my own mind. This was the price I was being asked to pay, I understood that now. What my father wanted to cast from me wasn’t a demon: it was me.

 

Não vos vou contar mais porque acho que é daqueles livros que vale mesmo a pena ler. Normalmente as memórias não são o meu género favorito, mas este livro parecia quase ficção, pela forma envolvente como está escrito. Faz-nos reflectir sobre coisas que, pelo menos eu, sempre tomei como garantidas - sobre o acesso à informação e educação, sobre o que faria se não tivesse o apoio das pessoas que amo, sobre o que temos que abdicar para crescer e trilhar o nosso caminho.

 

Se não conheciam o livro, por favor vão pesquisar. Se já tinham ouvido falar, por favor ponham na vossa lista para ser lido. Se até o têm em casa ou sabem que o querem ler, não percam mais tempo e peguem já nele. Prometo que não se vão arrepender!

 

_________

Educated por Tara Westover

Avaliação: 9/10

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Rita da Nova

    21.08.20

    Sim! Ambos incríveis! 🙌
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.