Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Duplex: bar e restaurante ao mesmo tempo

Quando era miúda tinha o sonho de morar num duplex. Acho que era porque havia um colega meu de escola que tinha uma casa assim e eu ficava fascinada quando lá ia. Para mim era o melhor de dois mundos: uma vivenda dentro de um prédio.

 

duplex.jpg

 

Conhecer o Duplex, no Cais do Sodré, é conhecer o melhor de outros dois mundos. Dois mundos que agora aprecio muito mais do que na altura em que vivia fascinada com este tipo de casas. É que este espaço é bar e restaurante ao mesmo tempo e, apesar de não se misturarem, podemos perfeitamente começar num lado e acabar no outro.

 

A minha estreia no Duplex aconteceu a propósito da renovação da carta, embora eu tenha aproveitado para experimentar também algumas coisas que já existem há mais tempo. A caça aos novos pratos começou logo nas entradas a escolha foi certeira: uma Sopa de Tomate Assado com Requeijão e uma Baklava de Coelho com Pistáchios. Como eu e o Guilherme pedimos tudo para dividir, na cozinha tiveram o cuidado de já trazer tudo em pratos separados. Por isso não se assustem: as doses que vêem são, na realidade, metade do prato.

 

duplex-sopa-tomate.jpg

duplex-baklava-coelho.jpg

 

Adorei a sopa, mas a baklava conseguiu surpreender. Se apenas olharmos parece mesmo uma baklava tradicional, doce, mas assim que a provamos os nossos sentidos sofrem um choque. Mas um choque positivo, claro. Uma vez que houve alguns atrasos na cozinha e demorou mais tempo do que o normal entre entradas, o staff presenteou-nos com os Dim Sum, um de vegetais e outro de Camarão. À partida não os escolheria como entrada, uma vez que é algo que posso comer noutros sítios, mas decididamente que devem pedi-los se visitarem o Duplex.

 

duplex-dim-sum.jpg

 

Os pratos principais seguiram-se na mesma lógica: divididos em dois pratos para que pudéssemos provar um pouco de cada. Eu não posso ver a palavra “trufas” escrita num menu e não pedir imediatamente o prato que contém esse ingrediente. Por isso, os Ravioli de Pintada com Molho de Manteiga e Trufas foram a minha primeira escolha. Estavam deliciosos e foram, possivelmente, os meus favoritos da noite. O Magret de Pato com Puré de Cenoura, Miso e Tâmaras também estava muito bom, mas senti que foi ofuscado pelo brilho dos ravioli.

 

duplex-ravioli-pintada.jpg

duplex-magret-pato.jpg

 

Estávamos plenamente convencidos de que só queríamos experimentar uma sobremesa: o Bolo Quente de Tâmaras com Toffee e Gelado de Baunilha, mas quem nos atendeu piscou-nos o olho a mais uma quando disse “olhem que as sobremesas são pequenas”. Nós não queríamos, mas pronto, lá fomos convencidos (como se fosse uma tarefa difícil). Por isso juntámos o Duplex de Chocolate com Gelado de Avelã ao pedido e foi a melhor coisa que podíamos ter feito. Estavam ambas óptimas, mas a primeira sobremesa falou-me directamente ao coração.

 

duplex-bolo-tamaras.jpg

duplex-chocolate.jpg

 

E depois ficámos ali, a conversar. Era uma terça-feira e o Cais do Sodré estava estranhamente vazio o que - confesso - me soube especialmente bem. Optámos por não descer ao bar, mas todos os cocktails que vi na mesa me pareceram óptimos. É que aquela sala a meia-luz e a comida de conforto que o Duplex me ofereceu eram tudo o que eu precisava para aguentar a minha última semana de trabalho antes das férias.

 

Já conheciam este espaço (o bar ou o restaurante)? Que prato vos deixou mais água na boca? Contem-me tudo nos comentários!

 

Duplex Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

2 comentários

Comentar post