Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Desafio 1+3 // Não é o fim do mundo

Não é o fim do mundo, é a frase que repito a mim mesma sempre que me encontro perdida. Ajuda-me a relativizar problemas, a vê-los através de um ângulo que a ansiedade e a preocupação facilmente toldam. Foi algo que a minha Avó sempre me transmitiu: nada é demasiado grave e, à partida, tudo tem solução.

 

desafio-regra.jpg 

(Fotografia tirada do Pinterest)

 

É engraçado eu estar a escrever-vos isto hoje porque, para a Rita de há uns anos, qualquer coisa era o fim do mundo. Ficava ansiosa por tudo e por nada, chegava até a ficar ansiosa com o facto de estar ansiosa. Até que, um dia, li algures uma frase que ficou gravada na minha memória: não podemos controlar o que nos acontece, mas podemos controlar como reagimos àquilo que nos acontece.

 

Os seres humanos são, de facto, bichos feitos de contradições e a minha foi, durante alguns anos, a seguinte: apesar de ter necessidade de controlar tudo à minha volta, eu não conseguia controlar a forma como as coisas me afectavam. É claro que deu trabalho mudar isto e que ainda hoje em dia há momentos em que volto à mesma lengalenga. Mas acho que só o facto de ter percebido que nada é o fim do mundo já é uma grande vitória.

 

____

Este post insere-se no Desafio 1+3, lançado pela Carolina do blog Thirteen. A ideia é falarmos de nós mesmos, sempre com um olhar crítico sobre as nossas atitudes, crenças e gostos. Todos podemos participar e não há regras ou datas fixas. Cada um escreve quando e sobre os temas que quiser, dentro daqueles que forem sendo lançados pela Carolina. Juntam-se a nós? Basta enviarem um e-mail à Carolina para participar!

2 comentários

Comentar post