Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Desafio 1+3 // Alguns medos pequenos

Não tenho um grande medo, mas há algumas coisas pequeninas que me assustam. Não é que deixe de fazer coisas por causa delas ou perca tempo a imaginar o que pode acontecer caso me apanhem. Mas, de vez em quando, lá aparecem de mansinho e - por um segundo - parece que o mundo vai ruir.

 

desafio-1+3-medo.jpg

 

Não tenho medo da morte, mas assusta-me a ideia de ficar sem as pessoas que amo. São poucas e o medo é um pouco maior por causa disso. Às vezes, quando estamos no sofá depois de jantar, naquela mesmice de casal que sabe tão bem, há uma parte de mim que se questiona o que será de mim se aquela for a última noite assim. Há momentos em que toco nas mãos enrugadas da minha Avó e o meu coração falha um bocadinho só de imaginar que posso não vir a senti-las mais.

 

Não tenho medo de cometer grandes erros, mas assusta-me a hipótese de, daqui a uns anos, perceber que fiz pequenas escolhas erradas ou que não fiz tudo o que gostaria de ter feito. De perceber que gastei tempo de viagens a uma secretária, que não estive com todas as pessoas de que gosto ou que ouvi pouca música nova.

 

Não tenho medo de sentir, cada vez tenho menos. Mas assusta-me não saber como reagir ao que sinto ou não perceber o que posso fazer com as emoções que vivem aqui dentro. Afinal, qual é o equilíbrio perfeito entre o que se sente e o que se pensa?

 

Não são medos que me bloqueiam os movimentos ou me deixam sem saber o que fazer. São medos que me fazem abraçar um pouco mais forte, planear mais uma viagem, permitir-me a chorar quando acho que devo fazê-lo. E, assim sendo, acho que até são medos amigáveis.

 

____

Este post insere-se no Desafio 1+3, lançado pela Carolina do blog Thirteen. A ideia é falarmos de nós mesmos, sempre com um olhar crítico sobre as nossas atitudes, crenças e gostos. Todos podemos participar e não há regras ou datas fixas. Cada um escreve quando e sobre os temas que quiser, dentro daqueles que forem sendo lançados pela Carolina. Juntam-se a nós? Basta enviarem um e-mail à Carolina para participar!

7 comentários

Comentar post