Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Desafio 1+3 // Acreditar mais em mim

Acreditar mais em mim. Acreditar mais nas minhas capacidades e naquilo que tenho de diferente. Acreditar que sou capaz de fazer coisas boas para os outros, que tenho mais de mim para dar ao mundo. É um objectivo a longo prazo, daqueles que vai sendo posto de lado quando a insegurança e a incerteza aparecem.

 

desafio-objectivo.jpg

 

Eu nem sempre acredito que sou capaz, mas sei esconder muito bem. Por fora é só coragens, por dentro estou a morrer de medo. Esta coisa da insegurança é tramada, sabem? Há dias em que nos levantamos com vontade de enfrentar tudo o que aparecer, de tirar projectos da gaveta, de darmos um bocadinho mais do que demos no dia anterior. Mas também há dias em que sentimos que somos uma merda, que não temos nada a acrescentar e que ninguém vai querer ouvir o que temos para dizer. Nesses dias, de pouco ou nada serve que nos digam que somos incríveis porque o problema é só este - cá dentro há uma voz que nos diz que não.

 

Como disse, acreditar mais em mim é um objectivo a longo prazo. Não é algo que tenha estabelecido como meta para 2018, mas sei que tenho dado muitos passos importantes nesse sentido nos últimos tempos. Comecei a dar workshops de Escrita Criativa com pânico de que ninguém se inscrevesse e até apareci num anúncio de televisão a fazer uma das coisas de que mais gosto.

 

Se foi difícil para mim? Muito, mas o primeiro passo ficou dado: fazer. É que acreditarmos mais em nós não é uma coisa que se consiga assim, de um dia para o outro. Demora tanto e, por vezes, custa horrores. Mas nada se compara com a sensação de termos conseguido. De termos conseguido começar algo novo, de termos pessoas a identificar-se com aquilo que fazemos, de sabermos que conseguimos dar um bocadinho de nós. Por isso, na dúvida, é fazer. Se não correr bem, logo se vê.

 

____

Este post insere-se no Desafio 1+3, lançado pela Carolina do blog Thirteen. A ideia é falarmos de nós mesmos, sempre com um olhar crítico sobre as nossas atitudes, crenças e gostos. Todos podemos participar e não há regras ou datas fixas. Cada um escreve quando e sobre os temas que quiser, dentro daqueles que forem sendo lançados pela Carolina. Juntam-se a nós? Basta enviarem um e-mail à Carolina para participar!

3 comentários

Comentar post