Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rita da Nova

D. Luiza: o Alentejo numa caixa

Do Alentejo para o resto do país e, quem sabe, para o mundo inteiro. Acomodados dentro de uma caixinha bonita, os produtos D. Luiza prometem levar os sabores verdadeiramente alentejanos a quem quiser conhecer o sabor de ingredientes que são cultivados e tratados de forma responsável, tal e qual como eram feitos antes.

 

Embora pareça que é um projecto de pessoas mais velhas, empenhadas em manter os produtos fiéis às suas origens, a verdade é que a D. Luiza foi ideia de um jovem alentejano enquanto estava em Erasmus na República Checa. É que, para além do vinho, era-lhe difícil encontrar produtos alentejanos à venda fora de Portugal.

 

d-luiza-caixa.jpg

 

Quando voltou isso traduziu-se num interesse cada vez maior pelo trabalho dos agricultores e apicultores e chegou à conclusão de que vendiam sempre a granel porque assim não tinham custos nem preocupações em embalar. Os produtos D. Luiza surgiram, então, com o propósito de fazer a ponte entre os produtores locais e o mercado, ou seja, para dar melhores condições aos produtores e fazer chegar mais longe produtos que normalmente só se podem comprar directamente ao produtor ou em mercados locais. 

 

A escolha do nome é homenagem a uma avó que, para além de nunca ter chegado a cumprir o sonho de abrir uma mercearia, era uma verdadeira “deusa de cozinha” - daí ter feito todo o sentido que desse a cara e o nome a este projecto.

 

d-luiza-cabaz.jpg

d-luiza-grao.jpg

 

Os cabazes foram pensados especialmente para o Natal e são compostos por uma garrafinha de azeite, um pote de mel, uma embalagem de grão-de-bico e um pacote com infusão e custa apenas 16€. Digam lá se não é um presente muito original? No futuro, a ideia é que possam ser adquiridos individualmente e em loja, para que passem a fazer parte das nossas vidas mais frequentemente.

 

Assim que abri a caixa e vi os ingredientes que lá estavam dentro, dei-lhes logo destino: a infusão de hortelã-pimenta e o mel vão ser usados para fazer daqueles chás bem quentes, para serem bebidos antes de deitar em noites mais friorentas e, assim, evitar dores de garganta. Já o grão-de-bico e o azeite vão dar origem à minha maravilhosa receita de hummus. Gostavam que a partilhasse por aqui?

 

Podem conhecer mais sobre a D. Luiza no Facebook e no Instagram. Se tiverem interesse em encomendar um cabaz, basta entrar em contacto através de um destes meios. Prometo que não se vão arrepender!