Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rita da Nova

Brunch do Mundo // Best Of da 2ª temporada

Estava tão cheia depois do Best Of desta segunda temporada do Brunch do Mundo, que pensei duas vezes antes de me sentar na mesa da sala a escrever-vos sobre esta experiência. Mas foi tão bom e tão familiar, que tive mesmo vontade de pôr por escrito o que se passou na Kitschen da LX Factory. Como vocês sabem, sou fã do Brunch do Mundo desde a primeira vez que embarquei numa destas viagens gastronómicas - e é muito bom ver este projecto a crescer de dia para dia.

 

bruch-do-mundo-best-of.jpg

bruch-do-mundo-menu.jpg

 

Mas falando deste Best Of: se seguem o Brunch do Mundo no Instagram, então poderão ter notado que andaram a fazer umas votações para perceber quais os pratos favoritos, tudo com o objectivo de os trazer para o encerramento desta segunda volta ao mundo. Como já tinha acontecido no final da primeira temporada - e ao contrário do costume -, desta vez não havia nenhum menu exposto na parede, já que a ideia era que fossemos adivinhando quais os pratos eleitos.

 

Avisaram-nos desde o início que o continente africano não estava representado em nenhum dos pratos mais votados. Para compensar, os pães que nos esperavam na mesa fazem parte do menu de África.

 

bruch-do-mundo-paes-africa.jpg

bruch-do-mundo-compota.jpg

 

À mesa sentaram-se apenas as pessoas que foram a todos os continentes e, por isso, estávamos todos mais do que aptos a adivinhar os pratos vencedores. Ainda assim, começámos por falhar redondamente na bebida. Uns diziam que era o Jallab do menu da Ásia, outros achavam que era o Sumo de Melancia, Leite de Coco e Lima da Oceania. Mas não, quem inaugurou a mesa deste brunch foi a Limonanauma limonada com hortelã que representa a Jordânia.

 

bruch-do-mundo-limonana.jpg

 

Devo confessar que gosto de todas as sopas do Brunch do Mundo, por isso a vencedora era-me um bocado indiferente. Seja como for, fiquei surpreendida por a sopa mais picante de todas ter sido a escolhida. Falo da Sopa de Abóbora Picante do menu da Oceania, que simboliza o Kiribati. Serviu para nos acordar e colocar o paladar bem alerta para os pratos que se seguiram.

 

bruch-do-mundo-sopa-picante-abobora.jpg

 

Havia duas coisas que eu fazia questão de voltar a comer: o Çilbir da Turquia (ovo pochê com iogurte grego e paprika) e a Quesadilla de feijão, tomate e guacamole, a lembrar o México. E não é que foram mesmo esses os pratos que nos calharam na rifa? Dificilmente me vão fazer tão feliz na vida quanto neste momento, acreditem.

 

bruch-do-mundo-cilbir.jpg

bruch-do-mundo-quesadilha.jpg

 

Eu já estava um bocado cheia no momento de mudarmos o itinerário desta viagem e seguirmos caminho para destinos mais doces, mas rejeitar sobremesas vai contra a minha filosofia de vida. Achei até ao fim que íamos dar um saltinho ao Líbano através do Ataif com flor de laranjeira, nozes e ricotta. Só que não - a primeira sobremesa de todas não precisou de muitas horas de caminho, já que veio da Bélgica. Falo-vos, claro, da Waffle com Caramelo Salgado.

 

bruch-do-mundo-waffle-caramelo-salgado.jpg

 

Para terminar em beleza, ainda visitámos as Ilhas Marshall com a Granola de Cevada e Macadâmia com Creme de Tâmara e, como não poderia deixar de ser, o último destino desta grande viagem foi a China, aqui representada pelo Brownie de Chá Matcha. É absolutamente delicioso e unânime no que diz respeito às preferências. Aliás, para terem noção, toda a gente começou a falar desta sobremesa assim que nos sentámos à mesa.

 

bruch-do-mundo-granola-oceania.jpg

bruch-do-mundo-brownie-cha-matcha.jpg

 

Desde o início da segunda temporada que as irmãs do Brunch do Mundo andavam a prometer grandes surpresas para esta edição de Best Of e não é que cumpriram? Cada um de nós recebeu um bilhete de avião com o respectivo nome, para no fim colocar numa tômbola. A pessoa cujo nome estava no primeiro bilhete a ser retirado ganhou um cheque-viagem no valor de 200€. Não, infelizmente não fui eu, mas ganhou a Ana que é um amor e uma apaixonada por viagens. Só por isso merece tudo.

 

bruch-do-mundo-bilhete.jpg

bruch-do-mundo-sorteio.jpg

 

E se acham que o Brunch do Mundo vai estagnar, então enganam-se. Já há toda uma terceira temporada pensada, desta vez com uma grande mudança na forma como os menus estão organizados. Vai deixar de haver menus correspondentes a continentes, para passar a haver brunches dedicados a partes de continentes. Eu explico: em vez de haver um Brunch América, vai haver um Brunch América do Norte e um Brunch América do Sul. A mesma lógica se aplica aos outros continentes, para que possa haver novos pratos e novos países que ainda não foram explorados.

 

bruch-do-mundo-best-of-1.jpg

 

A mensagem final, como não poderia deixar de ser, é a seguinte: para garantirem o vosso lugar nestas viagens têm que estar atentos ao Instagram e ao Facebook do Brunch do Mundo para serem dos primeiros a enviar um e-mail assim que as novas datas forem lançadas.

 

Isso vai acontecer brevemente, mas até lá deixem-me que vos abra (mais) o apetite com todos os posts que já escrevi sobre este brunch:

> Brunch do Mundo: uma viagem ao continente americano

> Brunch do Mundo: descobrir África através da comida

> Brunch do Mundo: uma volta pela Ásia através da comida

> Brunch do Mundo: terminar a viagem na Europa

> Brunch do Mundo: Best Of de pratos e viajantes

> Brunch do Mundo: uma nova viagem, numa nova casa

> Brunch do Mundo: vamos conhecer o Médio Oriente?

> Workshop de Escrita Criativa sobre sensações com o Brunch do Mundo

> Brunch do Mundo: exploramos a Oceania?