Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rita da Nova

As pitas d'A Gama do Vasco

Quando achava que já não havia conceitos inovadores para restaurantes em Lisboa, eis que dou comigo a ver fotografias no Instagram de um sítio chamado A Gama do Vasco. A que mais me prendeu a atenção e me fez ficar com água na boca foi a de uma tosta mista feita com pão pita. A partir daí passei a stalkar a conta de Instagram do restaurante, até que surgiu a oportunidade de ir lá almoçar num destes dias.

 

a-gama-do-vasco-pita-batatas.jpg

 

Como já mais ou menos devem ter percebido, aqui a especialidade são as pitas recheadas com os mais diversos ingredientes. Cada uma delas partilha o nome com personalidades importantes da história de Portugal, numa pequena homenagem dos criadores do espaço. A Eva e o David vieram de França para começar este projecto e eu cá acho que foi uma excelente aposta.

 

a-gama-do-vasco-1.jpg

 

Para comprovar esta minha ideia, experimentei uma Pita Florbela (beringela, queijo, courgette, cogumelos salteados, alface, espinafre, cebola caramelizada). Estava mesmo muito boa e, para isso, contribui muito o facto de os ingredientes serem todos biológicos e de o pão ser artesanal. Embora não seja feito no restaurante, já que têm pouco espaço, a receita foi desenvolvida pelo David e pela Eva, em conjunto com um especialista. Isso fez com que o pão pita fosse feito à medida d’A Gama do Vasco.

 

a-gama-do-vasco-pita-florbela.jpg

 

Já o Guilherme preferiu provar a Pita Marquês (espetada de frango grelhado, alface, agrião, tomate, cebola roxa, salsa) e optou por um molho picante, que lhe deu ainda mais personalidade. Essa é outra: até os molhos que dão sabor às pitas são feitos ali, de forma caseira e com muito amor. O acompanhamento está incluído no preço das pitas e nós decidimos pedir uma salada e umas batatas doces fritas para partilhar.

 

a-gama-do-vasco-pita-marques.jpg

a-gama-do-vasco-batatas-doces.jpg

a-gama-do-vasco-salada-bio.jpg

 

Correndo o risco de ser repetitiva, não é apenas a comida que é toda confeccionada no restaurante, com os melhores ingredientes. Os smoothies e os milkshakes também e já são dois grandes sucessos d’A Gama do Vasco. Todos os meses há um smoothie especial: o de Maio chama-se Cardio Activo, é feito com kiwi, mirtilo, banana, hortelã e tâmaras, e foi exactamente a nossa escolha para acompanhar o almoço.

 

a-gama-do-vasco-cardio-ativo.jpg

a-gama-do-vasco-smoothie.jpg

 

Mas não pensem que este é um sítio apenas de almoços. As portas deste restaurante abrem bem cedo para servir pequenos-almoços (dos mais indulgentes aos mais saudáveis) e continuam abertas bem depois da hora de almoço, para que nos possamos deliciar com um lanche ou um jantar diferente.

 

a-gama-do-vasco-2.jpg

 

Comida caseira e saborosa, feita com os melhores ingredientes e servida com a maior das simpatias. É assim que descrevo A Gama do Vasco, o que só pode querer dizer que irei voltar sempre que andar para os lados do Saldanha e Picoas.

 

A gama do Vasco Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato