Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Qui | 18.06.20

As coisas boas da quarentena

Esta semana senti, pela primeira vez desde o isolamento social, um pequeno regresso à normalidade. Saí de casa para ir ao escritório onde trabalho e tive um pequeno gosto do que era a minha vida antes da pandemia. E isso deixou-me a pensar em tudo aquilo por que o mundo passou nos últimos meses, na forma como tivemos que nos adaptar e em como o fizemos tão depressa.

 

3A40ECCD-56A9-4B08-B2FB-0C0590EB4ACC.jpg

 

Embora ainda estejamos longe de ter uma rotina igual à que tínhamos (isto se alguma vez voltarmos a ter), dei por mim a pensar também nas coisas que me ajudaram a passar este tempo todo em casa sem desesperar. Fui-me dedicando a pequenas coisas e hoje sinto que, embora pareçam mínimas, tiveram um grande impacto na minha sanidade mental. Por isso, hoje decidi partilhar convosco a lista das coisas boas desta quarentena, esperando que depois partilhem as vossas também. Ora vamos lá:

 

1. As minhas plantas

Dediquei-lhes um post no início da quarentena, mas desde aí muito mudou: a minha colecção tornou-se muito maior, visitei muitos hortos (online e físicos) e aprendi a conhecê-las melhor. Mas também lidei com as primeiras pragas e com algumas mudanças de vaso. O próximo passo? Propagar plantas novas a partir das que tenho!

 

 

2. Community & Broklyn 99

Eu sei que falo mais de livros por aqui, mas também acompanho algumas séries. E esta quarentena foi especialmente boa para nos dedicarmos a algumas “empreitadas” cá por casa. Primeiro, aproveitámos que Community chegou à Netflix e vimos as temporadas todas de seguida. Depois disso, foi a vez de Brooklyn 99 (vamos agora a meio da 4ª temporada). Normalmente aproveitamos as horas das refeições (almoço e jantar) para ver pelo menos um episódio.

 

3. Voluntariado no MEG

Durante os tempos iniciais (e mais duros) do confinamento, ir uma vez por semana à associação onde faço voluntariado com gatinhos foi uma das coisas que mais sanidade mental me deu. Todos os voluntários tiveram uma declaração especial, que permitia deslocações para cuidados aos animais. Confesso que ansiava muitas vezes pelo meu dia de escala para sair finalmente à rua.

 

22B38D1D-574C-46FA-9E6C-20E18A552FB5.jpg

 

4. Livros, claro

Se os livros já são o meu escape em momentos normais, durante a quarentena consegui por algumas leituras em dia e dar algum avanço à pilha de livros para ler. Até agora foram 10 livros e mais de 4000 páginas! Nada mau, Rita, nada mau…

 

D0C6D75A-2047-46A9-B7CD-14895DCD6429.jpg

 

5. Projecto “pôr a casa como deve ser”

Costumo dizer que a quarentena fez muito bem à minha casa porque, ao passar tanto tempo cá, comecei a pensar em formas de a por mais ao nosso jeito, tanto em termos de decoração como de funcionalidade. Posso dizer que ficou bastante mais composta nos últimos três meses, estou muito orgulhosa deste pequeno projecto que estará sempre em construção. Para a semana vou partilhar convosco algumas coisas bem especiais, que ajudaram a tornar a nossa casa mais acolhedora e “a nossa cara”.

 

DF96A8C2-793A-4437-994D-9A03FFB5E416.jpg

 

 

Chega de falar da minha quarentena, agora quero saber da vossa! A única regra é: só partilhar as coisas positivas do confinamento!

21 comentários

Comentar post

Pág. 1/2