Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

27.10.17

Chutnify: comida indiana com um twist

Rita da Nova
  Tenho que fazer um disclaimer: até quarta-feira à noite, eu não era especialmente fã de comida indiana. Isso mudou graças ao Chutnify e já vão entender porquê. O restaurante não fica num sítio de passagem, apesar de estar numa das zonas mais movimentadas da cidade - o Príncipe Real. Dificilmente teria dado com ele se não tivesse visto algumas publicações no (...)
21.10.17

Polpetta: almôndegas artesanais e à séria

Rita da Nova
  Há, dentro de mim, um alter ego italiano que de vez em quando vem ao de cima. Normalmente em situações como: dizer pistáquio em vez de pistáxio, ter um ataque de nervos quando me dizem que os gelados da Santini são os melhores do mundo ou quando preferem pizzas feitas em Portugal às verdadeiras pizzas italianas. Também acontece quando peço uma bruschetta (também se lê brusquetta e não brusxeta) num restaurante - fico logo à espera que dê asneira.   Quando entrei no Polpetta (...)
16.10.17

Mezze: um restaurante sírio muito especial

Rita da Nova
  As Mezze são, nada mais nada menos, do que pratos para partilhar. O equivalente aos nossos petiscos ou às tapas espanholas nos países de Leste, Balcãs partes da Ásia Central. Mas “Mezze” é também o nome do primeiro restaurante sírio de Lisboa, criado com um propósito muito maior do que apenas fazer negócio.   No dia em que fui conhecer este sítio, no Mercado de (...)
06.10.17

SOI: um banquete de street food asiática

Rita da Nova
  Nunca fui à Ásia - nem é, em termos de viagens, a minha prioridade nos próximos tempos -, mas é uma das cozinhas de que mais gosto. Sei que quando decidir começar a explorar este continente, vão ser experiências muito boas do ponto de vista gastronómico. Por isso, quando abrem novos restaurantes asiáticos em Lisboa, ficam sempre na minha lista de sítios a ir.   Fiz uma entrada a pés juntos quando fui conhecer o SOI (...)