Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

20.09.19

Uma Dúzia de Livros // Outubro: um livro com animais

Rita da Nova
Falantes ou não, protagonistas ou personagens secundárias, os animais dão excelentes motes para histórias - sejam elas ficcionadas ou reais. Se no dia-a-dia já são criaturas que conseguem tornar tudo melhor, nos livros por vezes são também vilões. Há muito por onde escolher no tema do próximo mês - um livro com animais.     É certo que ainda temos uns dias para aproveitar os nossos livros de Setembro - falo sobretudo de mim, que escolhi um com mais de 1000 páginas que (...)
16.09.19

Terapia de Casal // O que é?

Rita da Nova
Os mais atentos devem ter reparado que eu e o Guilherme publicámos imagens muito semelhantes nas Instagram Stories, a anunciar que vinha daí coisa. Houve até quem achasse que era a nossa forma de anunciar que vamos ser pais (!), mas não. Calha que há coisa de um ano que andamos com a ideia de fazer um podcast em conjunto e, finalmente, pusemos tudo em marcha.     Chama-se Terapia de Casal - sim, eu sei que o Casey Neistat e a Candice Pool têm um com o mesmo nome, mas a ideia do (...)
11.09.19

Parabéns, Avózinha!

Rita da Nova
A minha Avózinha faz anos hoje. Não é a primeira vez (nem será a última) que vos falo dela por aqui - é impossível fugir a uma pessoa que foi e é tão importante para mim. Mas o motivo pelo qual as pessoas têm o 11 de Setembro tão presente na memória não é tão bom quanto o meu. Lembro-me perfeitamente de ver tudo a acontecer na televisão: tinha ido com a minha Avó para o trabalho porque as aulas ainda não tinham começado. Lá no consultório onde ela trabalhava, os (...)
10.09.19

MEG // Tornei-me voluntária!

Rita da Nova
No mês passado comecei a fazer voluntariado no MEG - Movimento de Esterilização de Gatos, uma associação na Penha de França cujo principal objectivo é o de controlar as colónias de gatos de rua através da esterilização. Prometo que não me vou tornar naquele tipo de pessoas que faz voluntariado só para dizer que faz, mas passado um mês já consigo perceber o quão gratificante é (apesar de cansativo).   (...)