Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

11.06.19

Os livros da Rita // Os meus sentimentos, Dulce Maria Cardoso

Rita da Nova
Os meus sentimentos, de Dulce Maria Cardoso, é um daqueles casos de um livro que se estranha e só depois realmente se entranha. Mal a narrativa começa percebemos que a personagem principal - que é também a narradora - está dentro de um carro capotado, presa apenas pelo cinto de segurança. Basta juntar as peças e rapidamente percebemos que está morta ou prestes a morrer.     A partir daí, acompanhamos esta pessoa com “nome de flor que também é uma cor”, numa viagem ao (...)
10.06.19

Dividimos a Conta // Joana Diogo no Fauna & Flora

Rita da Nova
Assim que entrei no Fauna & Flora e olhei para a Joana, sentada na mesa redonda que em tempos foi uma bobine, percebi imediatamente que íamos ter um bom lanche. Nós nunca nos tínhamos conhecido pessoalmente e seguíamo-nos timidamente no Instagram, mas qualquer coisa nas fotografias que tira e nas descrições que escreve me dizia que tínhamos muito para conversar sobre comida.
05.06.19

Palavras Cruzadas // Meio quilo de lote Palace em grão

Rita da Nova
O tema das Palavras Cruzadas de hoje é café e não há como fugir a um texto que escrevi para o blog do João há uns tempos, que mistura café e a cidade de Lisboa. Se quiserem, depois de lerem o texto, vão lá ver que fotografia me fez recordar esta história:     Meio quilo de lote Palace em grão. Meio quilo de lote Palace em grão. Meio quilo de lote Palace em grão. Eu subia a Rua do (...)
04.06.19

Rússia // O que comer

Rita da Nova
Chegamos, finalmente, ao último post sobre a Rússia. Claramente vai custar-me mais a mim do que a vocês, já que escrever sobre esta viagem está a servir para prolongar a sensação de férias. Ainda assim, como tudo tem de acabar, deixei a parte mais deliciosa para o fim - hoje falo-vos das iguarias imperdíveis numa viagem à Rússia e deixo-vos sugestões de alguns restaurantes onde as podem encontrar.     Uma coisa que têm que saber é que optámos por jantar quase sempre no (...)