Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

15.05.19

Mais uma volta ao sol.

Rita da Nova
Meu amor,   Tenho pensado muito na morte, ultimamente. Às vezes estamos deitados no sofá e, de repente, sinto o meu corpo a perder o sangue. Lembro-me que, de um momento para o outro, posso ficar sem ti. Nesses momentos agarro-te com um pouco mais de força e de certeza - sei que estou no melhor lugar do mundo, mas também sei que esse lugar não é para sempre. Sei que isto parece tudo muito fatalista; afinal fazes anos e eu estou para aqui a falar de morte e perda, mas não posso (...)
14.05.19

Rússia // Moscovo

Rita da Nova
Apesar do fascínio que tinha desde sempre com a Rússia - culpa dos autores russos que fui lendo ao longo dos anos -, a verdade é que não tinha muitas ideias pré-concebidas relativamente a Moscovo. Quando parti de Lisboa, com voo directo para a capital russa, tinha pouca noção daquilo que iria encontrar. Talvez por isso me tenha surpreendido tanto com a cidade que encontrei.     A primeira coisa que têm que saber é que Moscovo é uma cidade enorme e muito desenvolvida - (...)
13.05.19

Dividimos a Conta // Teresa Cameira no KIN

Rita da Nova
Comecei a escrever várias vezes este Dividimos a Conta, mas acabei sempre por apagar porque me parece que só há uma forma de vos apresentar a Teresa - partilhando convosco a primeira imagem que tive dela, no rooftop do TOPO do Martim Moniz, a acabar uma cerveja quase de penálti para irmos até ao Kin jantar.     Aliás, a Teresa gosta tanto de cerveja que esse poderia ser o tema (...)
10.05.19

Os livros da Rita // The Sun and Her Flowers, Rupi Kaur

Rita da Nova
Um disclaimer antes de começar a falar concretamente sobre o livro The Sun and Her Flowers, de Rupi Kaur: eu não costumo gostar de ler poesia, nem faço muito por contrariar a opinião que tenho relativamente a este tipo de literatura. Talvez por isso a experiência de ler este livro se resuma a uma palavra - descoberta.     Se não fosse o tema de Maio d’Uma Dúzia de Livros - (...)