Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

Qui | 10.06.21

The Song of Achilles, Madeline Miller

Podem fechar 2021, que eu já encontrei o meu livro do ano! Conhecendo-me, sabem que isso significa uma leitura recheada de choradeira e emoção, mas o que é que eu posso fazer? A minha lua em Peixes não aguenta livros bem escritos, emocionais e com uma pitada de tragédia. Sim, podem esperar tudo isto de The Song of Achilles, escrito por Madeline Miller. 

 

the-song-of-achilles-madeline-miller.jpg

 

Este livro é uma re-interpretação da história de Aquiles e da Guerra de Tróia – e é fácil de ler e compreender, mesmo para quem nunca teve interesse nestes temas ou não sabe muito sobre mitologia. A autora contextualiza toda e qualquer personagem que apareça, mostrando-nos como se encaixa não só no enredo, como no panorama geral das histórias clássicas e mitos gregos. 

 

Aqui conhecemos tudo pela perspectiva de Pátroclo, companheiro de Aquiles desde crianças. Se na Ilíada a relação amorosa entre os dois não é explícita, em The Song of Achilles a paixão dos dois é o centro da narrativa. Pátroclo é desajeitado e tímido, com um corpo pouco adaptado à guerra; Aquiles nasce com o destino traçado – será o maior guerreiro de todos os tempos. Contudo, só poderá cumprir esse destino se perder a vida na Guerra de Tróia. Caso opte por viver uma vida recatada, nunca será lembrado como um herói. 

 

I could recognize him by touch alone, by smell; I would know him blind, by the way his breaths came and his feet struck the earth. I would know him in death, at the end of the world.

 

Sabem aqueles livros em que conseguimos cheirar a desgraça a acontecer desde as primeiras páginas, o que nos faz ficar de coração nas mãos durante toda a leitura? Agora adicionem a isso o facto de eu saber perfeitamente o que ia acontecer a Aquiles e Pátroclo e têm a receita perfeita para eu não só não conseguir parar de ler, como estar constantemente a sofrer por causa disso. Não minto quando digo que este livro é “sofrência” do início ao fim, mas garanto-vos que vale muito, muito, muito a pena. Há muito tempo que não encontrava a construção de uma relação tão bem descrita, tão bonita. 

 

Este é daqueles que leva o meu selo de aprovação bem espetado na capa, por isso parem tudo o que estão a fazer e agarrem-se já a ele! Em português chama-se O Canto de Aquiles e está editado pela Bertrand. Porém, numa pesquisa rápida percebi que está esgotado em todo o lado. Precisam de mais provas de que é mesmo incrível?