Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rita da Nova

18.12.18

Os livros da Rita // Born a Crime, Trevor Noah

Rita da Nova
I grew up in South Africa during apartheid, which was awkward because I was raised in a mixed family, with me being the mixed one in the family. My mother, Patricia Nombuyiselo Noah, is black. My father, Robert, is white. Swiss/German, to be precise, which Swiss/Germans invariably are. During apartheid, one of the worst crimes you could commit was having sexual relations with a person of another race. Needless to say, my parents committed that crime. In any society built on (...)
17.12.18

Brunch do Mundo // Sul de África

Rita da Nova
Depois de ter lido o Born a Crime do Trevor Noah (que se passa na África do Sul e sobre o qual prometo falar-vos amanhã), achei uma coincidência engraçada que o novo menu do Brunch do Mundo representasse o Sul de África. De todo o continente, só fui a Madagáscar e, portanto, todas as experiências gastronómicas contam para sentir que conheço África.  Começo por vos dizer que este novo menu me (...)
13.12.18

Restaurantes // Amaterasu Pateo do Sushi

Rita da Nova
O Amaterasu Pateo do Sushi acolheu o Dividimos a Conta deste mês com a Ana Garcia Martins (A Pipoca Mais Doce), mas já estava na minha lista de restaurantes a visitar há bastante tempo. Já tinha ouvido falar muito bem da forma como equilibram sushi tradicional e sushi de fusão.  Para mim, visitar este restaurante foi, em certa medida, fazer uma viagem até à infância. Situado em Algés, quase na fronteira com Linda-a-Velha, o Amaterasu fica na zona das minhas antigas escolas. Há muito tempo que não visitava aquela parte (...)