Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Visitas infinitas a Barcelona

Não fui tantas vezes a Barcelona quanto gostaria, mas a parte boa é que os voos são cada vez mais baratos e a cidade fica bastante perto. É um dos meus destinos de eleição para fugir um bocadinho à realidade, nem que seja por dois dias. Barcelona nunca cansa, não só porque há sempre coisas para ver, mas sobretudo porque tem uma magia muito própria. Ainda assim, há uma série de básicos que considero indispensáveis nas primeiras viagens a Barcelona e é sobre eles que gostava de vos falar hoje.

 

Conhecer o Barri Gòtic e El Born

Estes dois bairros são, possivelmente, os mais encantadores de Barcelona. Tenho a certeza absoluta de que uma ida não chega para lhes conhecer todos os recantos e pormenores. Uma forma de garantir que exploram o essencial e conhecem melhor a história da cidade através destes bairros é fazer uma tour grátis com os Sandeman. É um hábito que tenho de todas as vezes que viajo: como os guias apenas recebem aquilo que decidimos dar-lhes no final, esforçam-se sempre por dar uma tour completa, informativa, bem-disposta e com muito humor. A melhor parte é que, no espaço de 2 a 3 horas, ficam a conhecer o coração e a essência de Barcelona. Uma paragem quase obrigatória é a Basílica de Santa Maria del Mar. Na tour apenas passam à porta, mas vale muito a pena regressar e entrar.

 

IMG_7421.JPG

IMG_7777.JPG

IMG_7440.JPG

 

 

La Rambla, muito mais que uma rua

A Rambla é mais conhecida por ser uma rua de grande animação, com vendedores e artistas de rua. E é por isso que é um dos passeios que mais gosto de fazer em Barcelona. Comecemos pela Plaça Catalunya, já por si um local cheio de vida. Não tenham pressa, dêem algumas voltas à praça, sentem-se junto à fonte e apreciem. Depois desçam lentamente a Rambla até ao fim. A meio vão encontrar dois pontos que não podem perder: o Mercado de La Boqueria e a Plaça Reial. Gosto mais de fazer este passeio no sentido Plaça Catalunya-Porto, mas na verdade não há formas nem momentos certos para o fazer. 

 

IMG_7431.JPG

 

 

Gaudí em Barcelona

Barcelona é tanto de Gaudí que é impossível não encontrar traços do arquitecto por todo o lado. E é este um dos motivos que a torna tão única e inconfundível. Quem gosta de arquitectura, arte e de estética no geral vai perder-se de amores por esta cidade. Têm mesmo que ir às casas mais conhecidas (Casa Batlló e Casa Milà, mais conhecida por La Pedrera). A Casa Batlló é a minha favorita, mas são ambas maravilhosas. E o que dizer do Park Güell, que parece um sítio encantado e nos dá uma vista lindíssima da cidade? A Barcelona de Gaudì é muito mais do que apenas estas atracções, mas culmina no seu maior esplendor na Sagrada Família. Só deverá estar acabada lá para 2026-28, por isso podem ir visitá-la várias vezes para acompanhar o estado da sua construção. Garanto-vos que é um dos motivos pelos quais Barcelona parece sempre diferente a cada visita.

 

 

Lá nas alturas

E por falar em vistas, o que me dizem a subir até Montjuïc? Podem fazê-lo através do teleférico ou, se forem corajosos, a pé. Ou podem fazer ambos, até porque são experiências totalmente diferentes. Uma vez lá em cima terão uma vista espectacular sobre a cidade e podem também visitar o castelo. Pelo caminho encontram o Palau Sant Jordi e a Fundaciò Mirò - esta última recomendo vivamente para quem é fã do pintor como eu. Podem terminar ou começar a visita na monumental Plaça Espanya, dependendo do vosso trajecto. É lá que fica a conhecida fonte luminosa, por isso vale também a pena passar lá de noite, quando as luzes estão efectivamente acesas. 

Se a vossa viagem for de média duração, podem sempre subir ainda mais alto e conhecer Tibidabo, onde podem encontrar um parque de diversões, o Temple Expiatori del Sagrat Cor e uma vista brutal da cidade. Há várias formas de chegar até lá, mas eu recomendo a experiência de ir de funicular. 

 

 

Os meus sítios favoritos

Tenho dois sítios favoritos em Barcelona (o que, para esta cidade, quer apenas dizer que gosto um bocadinho mais do que dos restantes). Um deles é o Parc de la Ciutadella onde, entre outras coisas, podem visitar a Cascada Monumental, o famoso Mamute e o Castell dels Tres Dragons. Vão com tempo para apreciar tudo aquilo que o parque vos pode oferecer - e que é muito mais do que parece à primeira vista. No final, passeiem em direcção ao Arco do Triunfo, mais um monumento que adoro. Outro sítio pelo qual sou apaixonada é Barceloneta, um bairro que fica bem junto às praias e é muito característico. De ruas pequenas, o facto de ser a dois passos do mar dá-lhe um grande encanto. Se forem no Verão não podem deixar de dar um salto à praia!

 

IMG_7797.JPG

 

 

E comida, não?

A comida catalã é muito boa e de certeza que sobrevivem (e bem) toda a viagem a comer apenas pan con tomate, escalivada, cocas, calamares, patatas bravas e crema catalana. Ainda assim, gostava de vos falar de dois sítios que conheci na minha última viagem a Barcelona, assim mais para o saudáveis, e que recomendo vivamente. O The Blueproject Café serve essencialmente comida vegan, vegetariana e raw, e é perfeito para quem segue estes estilos de alimentação ou simplesmente aprecia e quer experimentar. Fica ali bem perto do Parc de la Ciutadella, por isso podem almoçar lá depois de um passeio pelo parque. Se gostam de brunch então vão adorar a minha segunda sugestão, o Trópico. Promete uma viagem ao mundo através dos sabores dos trópicos e cumpre mesmo. Experimentem as arepas, as panquecas e os sumos e smoothies, feitos com as frutas mais exóticas que podem imaginar. A parte boa é que podem fazer reserva através do site e recomendo que o façam, pois enche bastante ao fim-de-semana. 

 

IMG_7434.JPG

IMG_7438.JPG

 

E vocês, que sítios consideram imperdíveis em Barcelona? Resta também dizer que este post veio no seguimento de alguns pedidos de dicas para conhecer esta cidade, por isso não hesitem em sugerir temas aqui no blog, através do Instagram ou por email (que podem encontrar no meu perfil).

3 comentários

Comentar post