Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Sentir-me em casa, no Têzero

Fazendo um resumo da semana que passou: sono, muito sono. Andei mole e sem vontade de fazer nada. Levantar-me de manhã era um suplício, arrastava-me para o ginásio sem força e passava o dia todo a pensar no momento em que chegaria a casa e me deitaria no sofá. Eu disse-vos que não gosto de Janeiro e acho que ele também não gosta de mim.

 

A sexta-feira não foi excepção: parecia que me tinha passado um camião por cima (e que ainda tinha feito marcha-atrás para garantir que eu estava bem estatelada no chão). Depois de cinco dias nesta disposição, achei que jantar fora seria uma forma de a contrariar. Ainda assim, queria jantar cedo num sítio calmo e perto de casa.

 

tezero.jpg

 

Foi assim que acabámos no Têzero, em Alvalade. Já tinha ouvido falar deste sítio e, como é um dos restaurantes Zomato Gold, decidi experimentar. Há muito tempo que não gostava tanto da disposição de um restaurante. É que o nome não é ao calhas e as semelhanças com uma casa são discretas, mas estão lá.

 

Os elementos de decoração são exactamente aqueles que teria cá por casa e talvez por isso me tenha sentido tão bem lá.

 

tezero-1.jpg

 

Como não nos conseguíamos decidir entre escolher apenas petiscos para dividir ou avançar directamente para os pratos principais, acabámos por pedir um pouco de tudo. Um CouvertPimentos Padrón e Camembert Frito com Compota de Abóbora para começar.

 

tezero-couvert.jpg

tezero-pimentos-padron.jpg

tezero-camembert.jpg

 

Depois disso, o Guilherme atirou-se a um Lombinho de Bacalhau com batata doce e tomate assado. Já eu, não consegui resistir à Salada de Cogumelos Selvagens, temperada com azeite de trufa. Gosto mesmo muito quando os restaurantes dão destaque às saladas e criam receitas diferentes das que existem em todo o lado. Obrigada por isso, Têzero. 

 

tezero-bacalhau.jpg

tezero-salada-cogumelos.jpg

 

Precisava muito de terminar o jantar (e a semana) com uma nota mais doce. Como nada mais me cativou especialmente, optámos por pedir apenas um Brownie de Noz para dividir. Sabem aqueles brownies deliciosos que quase parecem mousse de chocolate no meio? Era desses.

 

tezero-brownie.jpg

 

Estar neste Têzero, com a minha companhia favorita, era tudo aquilo que eu precisava para sentir que a semana não tinha sido completamente em vão. Foi um bocadinho como estar em casa, mas sem estar. Vou certamente voltar sentar-me nesta sala quando precisar desta sensação reconfortante.

 

Já tinham ouvido falar deste restaurante? Há algum sítio que vos faça sentir assim, em casa?

 

Têzero Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

2 comentários

Comentar post