Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

#RitaNaRotaDoBrunch // Kitchen Dates

A M. e o R. - é assim que se apresentam e eu não vou fazer diferente - estiveram durante alguns anos a morar em Amesterdão e foi lá que a conta de Instagram Kitchen Dates começou a ganhar forma. É lá que ambos mostram o que é fazer um estilo de vida vegano e partilham ideias e receitas. Ainda em Amesterdão, começaram a organizar brunches em casa, não só porque sentiam falta de oferta neste sentido, mas sobretudo para partilharem um pouco da sua paixão pela comida com os outros.

 

O que é curioso é que a maioria das pessoas que se sentava à mesa deles não era sequer vegana. E agora que regressaram a Portugal e começaram a organizar o Brunch Kitchen Dates em Lisboa, a tendência repete-se, apesar de haver mais veganos interessados. Como vocês sabem, eu não sigo um estilo de alimentação restrito mas sou muito curiosa e gosto de experimentar coisas novas.

 

kitchen-dates.jpg

 

Já conhecia o R. e fui acompanhando as aventuras dele por Amesterdão, bem como a sua transição de quase carnívoro para vegano, e sempre adorei o aspecto da comida que ele a e M. iam mostrando através do Instagram. Por isso, quando lançaram datas para o segundo brunch em Lisboa, mandei logo uma mensagem para me inscrever.

 

Assim que entramos em casa deles, o último andar de um prédio num bairro bem típico de Lisboa, somos impactados por uma luz fantástica, que acompanhou toda a refeição. A mesa já estava posta e tinha quase tudo aquilo que pudemos experimentar. Éramos 10 à mesa e a conversa fluiu tão naturalmente que quase nos esquecemos que estávamos ali para comer.

 

kitchen-dates-pao.jpg

kitchen-dates-brownie.jpg

kitchen-dates-hummus.jpg

 

Demos início à refeição com uma sopa de batata doce e curcuma, reconfortante e quente, ideal para nos sentirmos em casa. A partir daí, cada um começou por onde quis, naquela lógica de freestyle de que eu tanto gosto.

 

kitchen-dates-sopa.jpg

 

Em cima da mesa só estavam coisas feitas pela M. e pelo R., exceptuando o iogurte de soja porque foi das poucas coisas em que ainda não se aventuraram. Era mesmo tudo caseiro, desde o pão à nutella, passando pelas saladas, pelos brownies de batata doce e pelo assado de grão. Havia também diferentes tipos de hummusmanteiga de caju e amêndoamarmelada, uma granola de banana breadleites vegetais e sumos. É claro que era também tudo vegano, ou seja, nenhum ingrediente era de origem animal. E sim, para os mais cépticos: tudo o que provei estava saboroso e muito bem feito.

 

kitchen-dates-nutella.jpg

kitchen-dates-energyballs.jpg

kitchen-dates-salada.jpg

 

No final ainda fomos presenteados com um Vegan Cheesecake de Kiwi e Espinafres que estava qualquer coisa do outro mundo!

 

kitchen-dates-cheesecake.jpg

 

Acho que já se aperceberam da minha paixão por projectos assim, feitos com genuína vontade de partilhar coisas boas com os outros. Se, para além disso, servirem para desmistificar preconceitos como os existentes relativamente a este estilo de alimentação, melhor. Acho que toda a gente - independentemente das coisas que come ou que não come - devia sentar-se a esta mesa e perceber que a comida só pode ser boa quando é feita com amor.

 

Para tal, devem estar atentos ao Instagram e Facebook do Kitchen Dates, já que é lá que são anunciadas as datas para os brunches. Depois quero saber o que acharam, mas aposto que vão adorar! Seja como for, vale a pena seguí-los para conhecer novas receitas e formas diferentes de cozinhar.

 

2 comentários

Comentar post