Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Rabo d'Pêxe: uma pequena grande celebração

Eu e o Guilherme conhecemo-nos do dia 8 de Julho de 2015 e, apesar de já vos ter falado dessa história aqui, hoje queria mostrar-vos a importância que os dias 8 vão tendo na nossa vida. Adeptos das pequenas celebrações como somos, aproveitamos todos os dias 8 para um jantar mais caprichado, um passeio diferente ou simplesmente para termos tempo só para nós.

 

Só que isso nem sempre é possível, como é o caso do dia de hoje - em que faz dois anos e quatro meses que nos conhecemos. Daqui a pouco ele vai em direcção ao Porto para um espectáculo de stand-up e só regressa amanhã, por isso antecipamos a celebração para a noite de ontem. Há muito tempo que o Guilherme dizia que gostava de experimentar o Rabo d’Pêxe, um restaurante cuja especialidade é o peixe fresco e a carne maturada, dada a inspiração açoriana.

 

rabodpexe.jpg

 

Por isso, decidi levá-lo lá para termos mais um dia 8 inesquecível. O restaurante não é barato, mas começo por vos dizer que valeu cada cêntimo pago no final. Já nos tinham dito que seria bom, só não estava à espera que fosse tanto.

No Rabo d’Pêxe é possível escolher peixe ou marisco directamente da montra de frescos que existe no meio do restaurante. O peixe é depois aproveitado para compor toda a refeição: a cabeça serve para fazer sopa, alguma parte para sushi de entrada e o restante para grelhar. Embora gostássemos muito de experimentar esta possibilidade, estávamos mais inclinados para uma onda de petiscos e fomos muito bem aconselhados durante toda a noite. A primeira e grande sugestão foi o vinho: encaminhou-nos para um rosé FitaPreta porque, segundo ele, o rosé ligava bem com o que tínhamos pedido. E não é que foi uma excelente companhia, este vinho?

 

rabodpexe-vinho.jpg

 

Demos entrada na refeição com uma Tempura d’Camarão com Amêndoa e Aioli de LimaPica-Pau de Atum e Presunto de Pato com Puré de Castanha e Pêra. Meu Deus, nem sei o que vos diga. Ainda não percebi se quero casar com a tempura, fazer bebés com o pica-pau ou ter um encontro romântico com o presunto de pato. As três entradas estavam divinais e não consigo mesmo dizer-vos qual a melhor, por isso é experimentar todas.

 

rabodpexe-tempura-camarao.jpg

rabodpexe-picapau-atum.jpg

rabodpexe-presunto-pato.jpg

 

Depois pedimos algumas peças de sushi. Os Nigiri de Sardinha são qualquer coisa do outro mundo, já que juntam um sabor bem português à textura que reconhecemos como típica do sushi. Os de Otoro também eram muito bons, ou não fosse esta a melhor parte do atum. Pedimos ainda dois rolos que são novidade e da autoria do novo Chef de sushi do restaurante. Confesso que não decorei os nomes, mas decorei os sabores e isso é o mais importante. Um deles levava Vieiras e Cogumelos e o outro era de Lagosta - a minha preferência vai para o primeiro, já que não sou grande fã de lagosta.

 

rabodpexe-nigiri-sardinha.jpg

rabodpexe-nigiri-otoro.jpg

rabodpexe-sushi.jpg

rabodpexe-rolo-sushi.jpg

 

Ficámo-nos por aqui porque desde o início que andava de olho nas sobremesas e queria terminar em grande. Mais uma vez confiámos plenamente nas sugestões do empregado e não nos arrependemos. Chegou-nos à mesa um Moeleux au Caramel Salé com toque de Whisky e Gelado de Castanha e um Ambrósio - Apetecia-me tomar algo. A primeira apaixonou-me pela textura (lembra um Petit Gâteau) e pelo facto de ser de caramelo salgado, uma das coisas de que mais gosto nesta vida. A segunda, inspirada no Ferrero Rocher, trouxe-me memórias muito boas dos meus tempos em Turim, já que é feita com gianduia - um chocolate típico da zona do Piemonte, que deu origem a coisas como o Ferrero Rocher e a Nutella.

 

rabodpexe-petit-gateau.jpg

rabodpexe-ferrero-rocher.jpg

 

Tenho a certeza que vou lembrar-me deste dia durante muito tempo, senão para sempre mesmo, para verem o quanto gostei da experiência. E mesmo que nos próximos meses não seja possível celebrar tão em grande, tenho a certeza que eu e o Guilherme vamos encontrar formas muito nossas de o fazer.

 

E vocês, têm alguma tradição deste género, para assinalar alguma data especial? Já conheciam este restaurante? A caixa de comentários está ao vosso dispor!

 

Rabo d'Pêxe Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

5 comentários

Comentar post