Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Planos para Junho

Nem sempre as coisas correm como as planeamos, mas não é por isso que deixam de aparecer coisas boas no nosso caminho. Aprendi a não planear a longo termo (excepto, talvez, viagens), porque houve uma altura da minha vida em que sofri demasiado por não saber gerir expectativas. Gosto de acreditar que já consigo geri-las um pouco melhor e que sou mais feliz por causa disso.

Isto para vos dizer que, infelizmente, o curso de Escrita de Viagens a que ia assistir em Maio acabou por não se realizar por falta de inscritos. Ainda haveria a hipótese de fazê-lo em Julho, mas as datas coincidem com um festival de Verão para o qual já tenho bilhetes. Tenho a certeza que surgirão novas oportunidades.

De resto, tudo aconteceu mais ou menos como esperado, embora tenha acabado por dar mais umas voltinhas pelo país do que era suposto (acreditam que não passei um único fim-de-semana completo em casa?). E acabei o mês de Maio com uma visita ao LOCO, um restaurante incrível de que vos falarei brevemente.

 

Hoje chega Junho, um dos meus meses favoritos para viver Lisboa - tudo por causa da Feira do Livro e dos Santos Populares. Mas atenção: não estou a falar dos Santos Populares da confusão, mas sim daqueles passados tranquilamente com amigos e sardinhas. E também já tenho outras coisas em debaixo de olho. Brevemente vou experimentar Paddle Surf (desejem-me sorte) e consegui, mesmo à última, lugar no Brunch do Mundo com inspiração no continente Americano.

quote1

(via Pinterest)

 

Ando também aqui a magicar a possibilidade de organizar um workshop de Escrita Criativa, de maneira a partilhar o amor que tenho às palavras. Parece-vos boa ideia? Alinhariam?

E vocês, que planos têm para Junho? Alguém desse lado vai já à Feira do Livro nos primeiros dias? Contem-me tudo!

6 comentários

Comentar post