Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Planos para Dezembro

Faço-vos um balanço do mês de Novembro a partir de Bruxelas, onde cheguei ontem. Tenho de admiti: já estava a ressacar de viagens, apesar de a última não ter sido assim há tanto tempo. Mas o que é que posso fazer? Preciso de viajar para me manter sã e bem-disposta, por isso aproveitei o fim-de-semana grande para conhecer um bocadinho da Bélgica - Bruxelas, Bruges e Ghent.

 

DEZEMBRO-POST.png

 

Mas já lá vamos. Antes disso é tempo de resumir Novembro, mais um mês que passou tão a correr que mal o vi. Sou só eu que acho que 2017 decidiu pôr o turbo?

 

O que comi

Este mês foi um bocadinho menos agitado do que Outubro, mas não pensem que isso significa que me alimentei mal. Aproveitei para conhecer alguns restaurantes que já estavam na minha wishlist há algum tempo, como o Stanislav, o Santorini Coffee, o Rabo d’Pêxe e o Avenida SushiCafé. Tive também tempo para voltar o Vegana Burgers (desta vez no novo restaurante do Cais do Sodré), para me apaixonar pelas sobremesas do Ao 26 - Vegan Food Project, para conhecer a nova carta e a nova Chef do S e revisitar os sabores da Pizzeria ZeroZero no novo espaço do Parque das Nações.

 

novembro-rabo-dpexe.jpg

 

A minha Rota do Brunch esteve ligeiramente mais calma também, mas o Brunch do Mundo já não falha. Visitei a Frutaria e fiquei agradavelmente surpreendida, fiquei rendida ao brunch vegano do Kitchen Dates e experimentei o brunch do Honolulu Coffee Shop no fim-de-semana em que levei o workshop de Escrita Criativa ao Porto.

 

novembro-frutaria.jpg 

 

O que fiz

Por falar em workshop, este mês foi muito mais dedicado à escrita do que às leituras, apesar de ter conseguido fazer uma review do livro High Fidelity. Falei-vos um pouco das aprendizagens que tenho ganho com esta iniciativa e estreei uma edição fora de Lisboa, naquela cidade que já considero a minha segunda casa. Inaugurei também novas rubricas no blog, mais ligadas à escrita, como as Palavras Cruzadas e os desafios de escrita originados pelo livro 642 Things to Write About. E, por falar em desafios, respondi a três este mês: escrevi uma crónica de viagens para o Contramapa (um blog que admiro muito), um conto inspirado numa fotografia do João Freitas Farinha e recuperei algo que já tinha escrito para responder a uma pergunta lançada pela Catarina Duarte, do Insensatez.

 

novembro-high-fidelity.jpg

 

Por fim, trago-vos duas coisas muito fixes que descobri este mês: o evento Food & Film, que alia cinema a comida, e os produtos D. Luiza - que prometem levar os sabores do Alentejo um bocadinho mais longe e são um excelente presente para oferecer neste Natal.

 

novembro-food-film.jpg

 

 

Dezembro já começou bem, com esta escapadinha, e prometo falar-vos sobre ela na próxima semana. Para além os milhares de jantar de Natal que vão certamente acontecer, está também já planeado um almoço de Natal a dois no Nómada e um regresso ao Food & Film. Até ao final do ano tenho ainda três vouchers de brunch 2 por 1 da Time Out - Bica do Sapato, Fábulas e Café do Monte - para gastar. Já conheço todos, mas nunca se diz que não a um brunch a metade do preço, não é assim?

 

Aqui pelo blog quero fazer um balanço das melhores coisas de 2017 (melhores brunches, melhores momentos, melhores restaurantes, melhores surpresas), que irei publicar uma vez por semana até ao final do ano.

 

Como foi o vosso mês de Novembro e que coisas querem fazer nos últimos dias de 2017?

6 comentários

Comentar post