Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Liztomania // Banda sonora de trabalho

Acredito que seja assim com muita gente, mas no outro dia reparei que trabalho melhor se estiver a ouvir determinado tipo de música. E que tenho quase um artista ou banda definidos para cada tipo de tarefa que faço durante o dia. Na verdade, para mim o Spotify é uma ferramenta de trabalho tão importante como um caderno e uma caneta.

Hoje decidi trazer-vos algumas das minhas playlists favoritas, na esperança que partilhem também algumas sugestões comigo.

liztomania

 

 

Para arrancar

Normalmente reservo a primeira hora do dia para me pôr a par do que está a acontecer no mundo e para ler artigos da área em que trabalho. É também a altura em que a música ajuda a acordar, por isso costumo aceitar as sugestões que o Spotify me dá através do Your Discover Weekly e do Release Radar. Se estiver mesmo a precisar de agitação, então oiço a playlist Good Vibes.

 

 

 

Velocidade de cruzeiro

Para aqueles momentos em que não preciso de pensar muito, mas preciso de estar concentrada, tenho quatro grandes favoritos: LANY, , The 1975 e Oh Wonder. São músicas relativamente animadas, mas não demasiado, por isso servem como bom pano de fundo de tarefas mais automáticas.

 

 

 

Escrita e concentração máxima

Só há uma banda que me ajuda a estar 100% embrenhada no processo de escrita - os London Grammar. Sim, bem sem que não são propriamente positivos e que, por vezes, a música deles chega até a roçar o depressivo. Mas o que é que hei-de fazer? As coisas tristes sempre me inspiraram mais e melhor do que a felicidade, sobretudo em processos de concentração ou quando preciso de escrever. Estou, aliás, em fase de countdown para o concerto deles no Super Bock Super Rock, já que nunca os vi ao vivo.

 

 

E vocês, que música gostam de ouvir enquanto trabalham? E, já agora, a que festivais de Verão vão este ano?

2 comentários

Comentar post