Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Imperdível (no) Porto

Cheguei ontem à noite ao Porto, uma cidade que visito muitas vezes por motivos vários. Comecei por vir mais cá por causa de trabalho, depois por causa do trabalho do Guilherme e entretanto tornou-se um sítio para onde fugimos de vez em quando. Tenho a certeza que, se a vida de repente desse uma volta e me visse a morar no Porto, seria tão feliz como sou em Lisboa.

10787893_315826385270457_998053291_n.jpg

 

Já perdi a conta às vezes que cá vim, por isso até me espantei comigo mesma por nunca vos ter escrito sobre esta cidade. Esta cidade onde o tempo é mais frio, mas as pessoas são mais quentes. Onde não há menos luz, há uma luz diferente. Esta cidade onde tudo se alcança a pé e há sempre pormenores bonitos nas ruas. Onde se come demasiado bem e se passeia ainda melhor. É claro que está mais turístico - era uma questão de tempo até o mundo descobrir o Porto -, mas conserva-se castiço e de mão na cinta como bem se quer no norte.

Já deve ter dado para perceber que sou mesmo muito fã da cidade, e embora possa não ser a pessoa mais indicada para o fazer, decidi reunir uma lista de sítios que gosto sempre de visitar no Porto (uns mais conhecidos do que outros).

 

Estar // Praça Carlos Alberto

Começamos precisamente pela zona onde estamos a ficar desta vez. A Praça Carlos Alberto é tão pitoresca e colorida, que vale a pena a vossa visita. E todos os sábados acontece cá a o Mercado Porto Belo, que tem sempre bancas com coisas giríssimas! Para além disso, nesta zona começaram a surgir imensos bares e restaurantes novos, cheios de pinta. Não podia ter escolhido uma melhor zona para alojamento, certo?

 

Estar // Serralves

Acho que sabem que gosto muito de jardins e Serralves está no top dos meus preferidos em Portugal. É perfeitamente possível passar lá um dia inteiro e haver sempre coisas para ver, até porque o museu tem sempre coisas muito interessantes para ver. A minha parte favorita é a Casa de Chá, onde podem beber chá acompanhado de scones, enquanto lêem um livro. A entrada é grátis no primeiro domingo de cada mês, por isso planeiem a vossa vinda ao Porto tendo isso em mente.

 

Estar // Livraria Lello

E por falar em livros: a Livraria Lello, senhores! Não só é bonita, como cheira mesmo mesmo a livraria a sério. Bem sei que agora nos “obrigam” a pagar uma entrada no valor de 3€, mas esse dinheiro pode depois ajudar a pagar um livro, por isso não é assim tão mau. Pelo menos é mais uma desculpa para comprar mais um livro.

11417252_940663149336894_86065827_n.jpg

IMG_9580.jpg

 

 

Ver // Clérigos

Bem sei que este é um grande cliché da cidade, mas há coisa de dois anos reabriram a torre e já se pode subir novamente. No topo dos Clérigos vão ter uma vista quase 360 sobre os telhados do Porto e as suas ruas apertadas. Perfeito para respirar o ar da cidade!

IMG_3796.jpg

 

 

Passear // Galerias de Paris

Bem perto dos Clérigos fica também a zona das Galerias de Paris, cheias de bares fixes para beber um copo à noite ou de discotecas para dançar. O que gosto mais na noite do Porto é o facto de ter sítios com ambientes muito diferentes e com muita escolha, consoante o nosso mood ou gostos musicais.

142F1EFA-E11E-4FB9-AAE3-592F911876CD.jpg

 

 

Passear // Bairro das Artes

O denominado Bairro das Artes tem o seu centro na Rua Miguel Bombarda e é lá que podem descobrir cantos inspiradores como a Oh Galeria!. A arte tomou de facto conta destas ruas: em forma de graffiti, de mensagens escritas pelas paredes ou nas montras das lojas, de galerias de arte contemporânea. Aquilo que mais gosto nesta zona é o facto de se dar destaque a artistas que, de outra forma, não seriam tão conhecidos e que expressam muito bem a maneira portuense de ver a vida.

924253_359954437477013_576353564_n.jpg

 

 

Passear // Jardins do Palácio de Cristal

A vista da Ribeira do Porto é bonita, mas a maneira como vêem o Douro a partir dos Jardins do Palácio de Cristal é de cortar a respiração. É perfeito para dar um passeio durante a tarde, devagar, sem pressa. Depois podem descer pelas traseiras do jardim e tomar um vinho do Porto num dos bares que têm vista para o rio.

 

Passear // Vaguear pelas ruas

Há cada vez mais coisas para ver no Porto, mas aquilo que mais gosto de fazer é andar pelas ruas sem grande destino e descobrir pormenores bonitos. Perco-me com as janelas, as portas, os azulejos e as mensagens gravadas aqui e ali.

1725690_367160476759474_478006772_n.jpg

12558761_1219017604792298_1745301706_n.jpg 

 

Não pensem que me esqueci da comida (eu nunca me esqueço da comida). Estou é a preparar um post só sobre os cafés e restaurantes que mais gosto no Porto!

E vocês, conhecem esta cidade? Quais são os vossos lugares favoritos? Portuenses que me lêem: que sítios novos me aconselham a conhecer?

5 comentários

Comentar post