Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

"Como assim, vegan?": um livro e um worskhop

VEGAN-POST.png

 

No outro dia, enquanto fazia scroll infinitamente no Facebook, descobri que a Inês David, autora do livro “Como assim, vegan?", iria dar um workshop de comida vegan dali a umas semanas. Decidi logo inscrever-me, porque mais do que ser adepta deste estilo de alimentação, gosto de aprender novas formas de cozinhar.

 

Foi num mercado vegan mesmo no centro de Lisboa - o GreenBeans - que tudo aconteceu. Confesso que desconhecia completamente este sítio, mas foi muito bom ver que temos cada vez mais diversidade de opções no que diz respeito à alimentação. Este mercado tem tudo o que possam imaginar, desde comida a produtos para a casa, e tudo 100% vegan.

 

Mais do que nos explicar o que é ser vegan ou tentar convencer-nos a mudar radicalmente os nossos hábitos, a Inês quis antes fazer deste workshop um momento para nos mostrar que a comida vegan não tem de ser complicada. Só assim, se simplificarmos, é que somos capazes de, aos poucos, mudarmos a nossa alimentação se assim o desejarmos e nos fizer sentido.

 

como-assim-vegan.jpg

 

E as receitas deste seu livro são tão fáceis, que a Inês precisou apenas de uma liquidificadora e de um bico de gás para cozinhar tudo aquilo que provámos. Começou por nos mostrar como fazer umas Panquecas de Alfarroba, que vieram acompanhadas pelo seu já famoso Pão de Banana. Gostei de ambos, mas confesso que o Pão de Banana estava divinal - e olhem que eu não sou grande fã de banana.

 

Depois experimentámos ainda Tofu Mexido - bem amarelinho como se fossem ovos, fruto de um segredo que encontram no livro da Inês -, um maravilhoso hummus e alguns queijos vegan. Ainda houve tempo para aprender a fazer um Macarrão Americano e um Cheesecake Desconstruído (que foi o meu prato favorito de todo o workshop, ou não fosse eu fã de sobremesas).

 

Comida-WORKSHOP.png

 

Ao longo de quase três horas, a Inês partilhou connosco alguns truques de cozinha, como aromatizar azeite, e explicou-nos que substituições podemos fazer para adaptar os pratos do dia-a-dia à cozinha vegan. Podem inspirar-se através do Instagram e do Facebook da Inês - prometo que vão ficar a salivar.

 

No final do workshop ainda trouxe alguns presentes da Violife, que lançou recentemente uma série de queijos vegan, e uma bolacha maravilhosa da Kookie Cat para o lanche. 

 

violife.jpg

cookie-vegan.jpg

 

Dificilmente me tornarei vegan, uma vez que existe uma coisa chamada queijo e outra chamada peixe, mas isso não significa que não procure novas formas de cozinhar e alternativas às coisas que sei que fazem menos bem.

 

 

E vocês, como vêem este tipo de alimentação? Já experimentaram pratos vegan?

2 comentários

Comentar post