Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Brunch do Mundo: uma volta pela Ásia através da comida

BRUNCHASIA-POST.png

 

Ontem voltei a embarcar numa aventura gastronómica com o Brunch do Mundo, desta vez para conhecer a Ásia. Estava com as expectativas muito em cima, não só porque adoro comida asiática, mas sobretudo porque cada viagem com o Brunch do Mundo consegue ser melhor que a anterior. E não quero fazer suspense em relação ao meu veredicto final: este foi o meu continente favorito até agora.

 

Mas se nunca ouviram falar do Brunch do Mundo (o que é estranho se já costumam seguir o blog, visto que eu passo a vida a falar nisto), a ideia é simples: um brunch, um continente, apenas 10 passageiros. O local e o horário são segredo até ao dia anterior, mas a corrida por um lugar começa antes. As datas são lançadas através do Facebook e Instagram, mas só os mais rápidos a enviar um e-mail têm direito a um bilhete para uma viagem inesquecível.

 

brunch-mundo-ementa.jpg

 

E assim foi esta jornada pela Ásia. Brincadeira do destino ou não, estava lá grande parte do grupo com que viajei pela última vez e isso deu-me uma sensação muito boa de regresso a casa. Sabe sempre tudo melhor na companhia certa. Fomos começando a refeição com pão naan, paparis, manteigas e compotas, até que uma iguaria do Líbano veio abrir as hostilidades. Chama-se Jallab e é, nada mais nada menos, do que água de rosas com xarope de tâmaras - uma bebida refrescante que deve ser misturada com pinhões e amêndoa.

 

naan.jpg

jallab.jpg

 

 

Sempre acompanhados por esta incrível bebida libanesa, foi altura de o Japão chegar à mesa através de uma intensa Sopa Miso. E sabem que mais? Normalmente acho as sopas miso dos restaurantes meio água de lavar pés, mas esta tinha os sabores e as texturas (do tofu e das algas) todos no ponto. O nosso destino seguinte foi a Coreia, através de um Bibimbap, um ovo estrelado com legumes e arroz, para comer com pauzinhos até ao último bago!

 

sopa-miso.jpg

bibimbap.jpg

 

Ainda antes de chegarmos aos pratos doces, tivemos tempo para dar um saltinho ao Vietname, com aquela que é provavelmente a minha comida asiática favorita - um Spring Roll Vietnamita. E foi, também, um dos meus pratos favoritos deste brunch, sobretudo devido ao toque diferente e agridoce do molho de tamarindo e à textura do tofu.

 

spring-roll-vietnamita.jpg

 

O primeiro doce chegou-nos de Timor-Leste e chama-se Kadaka, que consiste num crepe de mandioca com creme de côco. E mesmo eu, que não sou a maior fã de côco, fiquei completamente rendida. Da Tailândia chegou-nos um refrescante Creme de Banana e Manga acompanhado pela maravilhosa Granola de Arroz e Sésamo que já mora cá em casa desde o último brunch

 

kadaka.jpg

creme-banana-manga.jpg

 

Mas as duas grandes surpresas foram deixadas para o fim, como é normal das boas surpresas - são sempre as últimas a chegar para que acabe tudo em beleza. Vieram ambas da China: a primeira era um Brownie de Chá Matcha absolutamente delicioso, acompanhado com gelado de líchias. A segunda foi um pratinho cheio de Fortune Cookies, para terminarmos a viagem num registo bem divertido.

 

brownie-matcha.jpg

fortune-cookies.jpg

 

 

Depois disso ficámos ali apenas a rir da sorte que calhou a cada um, a terminar conversas sobre filmes de terror coreanos, a fazer planos para vermos o episódio final desta temporada de Game of Thrones na House Raposo e a decidir que granolas levar de souvenir (repetimos a Granola da Ásia e trouxemos um teaser para o Brunch da Europa). Eu cá sempre achei que o amor pela comida aproxima as pessoas e o Brunch do Mundo veio provar exactamente isso. Já não quero viajar com outra grupeta que não seja esta!

 

fortune-cookies-1.jpg

FOTO-BRUNCH-ASIA.jpg 

Ah, já me ia esquecendo! Grande parte das fotos deste post foram tiradas pelo Guilherme, que andava todo contente a experimentar a nossa nova máquina. Ainda estamos ambos a aprender, mas prometo que vou trazer-vos cada vez melhores fotografias (ou assim espero).

E aí desse lado, já tiveram oportunidade de experimentar este brunch?

4 comentários

Comentar post