Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rita da Nova

Brunch do Mundo: uma viagem ao continente americano

BrunchdoMundo-POST.png

 

Se eu vos disser que este fim-de-semana fui fazer brunch, de certeza que não vão estranhar porque já me conhecem e sabem o quão fã sou desta refeição. Mas se eu vos disser que fui visitar o continente americano enquanto fazia brunch, talvez vos desperte a curiosidade. Foi, aliás, assim que me senti quando ouvi falar do Brunch do Mundo: curiosa e cheia de vontade de experimentar. Mas como este brunch pretende ser diferente de todos os outros, tem datas marcadas para acontecer. Só os mais rápidos conseguem um dos dez lugares disponíveis a cada fim-de-semana.

 

O processo parece estranho, mas é bastante simples: têm de acompanhar o Brunch do Mundo pelo Facebook e/ou Instagram e esperar que sejam anunciadas as datas das próximas edições. Depois só precisam de lhes enviar um e-mail para marcar o vosso lugar. No dia anterior recebem uma mensagem com as horas, morada e custo. Só o facto de tudo ser segredo até chegarem ao local combinado já torna esta experiência completamente diferente.

 

menu-brunch-do-mundo 

 

A minha ida a este Brunch do Mundo coincidiu com a última edição inspirada no continente americano e posso dizer-vos que estava tudo maravilhoso. Aterramos primeiro no Brasil, país que nos acompanha durante toda a viagem através de um sumo de açaí, laranja e maçã. Fresco e tropical, perfeito para marcar o ritmo de todo o brunch. Daí damos um pequeno salto à Colômbia para conhecer a Sopa Ajiaco, um caldo com frango, batata e milho - o exemplo máximo de comfort food do país. Somos recebidos no Equador com um Ovo Poché com Salada Multicolor, uma verdadeira explosão de sabores. E antes de terminar os pratos salgados, não podíamos deixar de visitar o México e provar uma Quesadilha de feijão, tomate e guacamole, para mim o melhor prato de toda esta viagem.

 

Comida-BrunchdoMundo.png

 

Chegamos depois à parte mais doce, mas ainda estamos longe de acabar esta nossa jornada pelo continente americano. E não seria de facto um brunch americano se não passássemos pelos Estados Unidos para nos deliciarmos com umas Panquecas com Manteiga de Amendoim, Morangos e Maple Syrup. É preciso ter estômago para o que aí vem: a Guatemala presenteia-nos com uma Granola de Milho com Creme de Abacate, Maçã e Banana. Confesso que foi a sobremesa que mais me surpreendeu, de tão cremosa e fresca que estava e pelo crocante que a granola lhe vem acrescentar. Por fim, e a acompanhar o café, ainda temos direito a uma visita-relâmpago à Argentina, onde conhecemos o Alfajor com Gelado de Baunilha. Para quem não sabe, trata-se de uma bolacha recheada com dolce de leche. Delicioso, certo?

 

E como acontece em todas as viagens, trouxe comigo um souvenir muito especial: a Granola da América que compõe um dos pratos e um teaser para o próximo brunch - a Granola de África.

 

Comida-BrunchdoMundo (1).png

 

Não posso terminar esta minha partilha sem elogiar toda a iniciativa de criarem este Brunch do Mundo. Primeiro, pela ideia espectacular que é levar-nos numa viagem através dos sabores; e depois porque nos dá uma oportunidade de fugir à rotina e de nos sentarmos à mesa com pessoas novas, que rapidamente passamos a conhecer. Há muito tempo que não tinha uma experiência gastronómica tão boa nem era tão bem recebida num brunch. Nota-se a vontade genuína que as autoras de tudo isto têm em dar-nos a provar um bocadinho da sua paixão pela comida.

 

foto-final.jpg

 

Sabem como é que saí deste Brunch do Mundo? De coração cheio e com muita vontade de viajar pela América do Sul. Mas antes disso, tenho a certeza que vou voltar muito em breve para conhecer o que prepararam para o Brunch de África. E só vos posso aconselhar a virem também connosco nesta viagem.

2 comentários

Comentar post